• 6 de setembro de 2023
  • 10 minutos

Glossário de seguro: conheça os principais termos!

10 minutos
Glossário de seguro: conheça os principais termos!

Preparamos um glossário de seguro para você que deseja aprofundar seus conhecimentos no segmento, mas ainda esbarra no significado de alguns termos praticados no mercado.

Dessa maneira, você passa a entender melhor o conceito dessas palavras e descobre, com mais facilidade, como (e porque) elas são aplicadas em contratos de seguros.

Quer saber o que é seguro, sua definição e características gerais? Nosso glossário pode te ajudar. Confira!

Aprenda a avaliar os melhores seguros para você com o Ailos

Glossário de seguro: o que é um seguro?

Começando pelo básico: o que é um seguro. Trata-se de um contrato entre uma empresa (a seguradora) e o beneficiário, que pode ser uma pessoa física ou jurídica em busca de proteção para um bem material ou não.

Por exemplo:o seguro de vida assiste o beneficiário em si, promovendo uma indenização e outros auxílios à família do segurado. Enquanto isso, um seguro auto protege o veículo desse indivíduo.

Assim, já dá para adiantar um pouquinho melhor sobre como funcionam os seguros. E tudo depende da escolha do produto, que pode ter diferentes coberturas para o caso de algum problema que motive acionar a seguradora e, assim, receber a devida indenização.

Mas é compreensível que nem todos conhecem a fundo as coberturas, os diferenciais e especialmente os termos do segmento. O que torna um glossário de seguro ainda mais relevante. Com ele à mão, você pode analisar as melhores propostas, estudar os contratos e avaliar o melhor tipo de seguro para você, sua empresa e/ou toda a família.

É interessante observar, ainda, que os seguros podem até ter uma série de fatores em comum — como a indenização diante de um evento infeliz. Mas cada um deles é direcionado a uma questão em particular, e é sobre isso que falaremos no tópico a seguir.

Quais são os principais tipos de seguro?

Toda a ideia em torno da contratação de um seguro passa pela promoção de segurança, apoio financeiro e minimização de danos e prejuízos (materiais ou imateriais).

Até por isso, como adiantamos, existem diferentes tipos de seguros. E é importante conhecê-los para identificar qual é a modalidade que melhor atende às suas necessidades e objetivos. Confira, a seguir, quais são os principais tipos de seguros no Brasil atualmente.

Seguro de Vida

O seguro de vida é um modelo de contratação em que o segurado visa garantir um futuro mais estável e financeiramente confortável para a sua família diante do seu falecimento.

Além disso, é possível encontrar apólices de seguro que oferecem mais benefícios, como assistências de planejamento funerário, entre outros serviços.

seguro-definicao-e-caracteristicas-gerais

Também é importante observar que, no geral, um seguro de vida pode oferecer indenização para diferentes situações, como:

  • morte natural;
  • morte acidental;
  • invalidez (permanente total ou parcial) por acidente;
  • doenças (graves ou terminais);
  • despesas médicas.

Seguro de viagem

Já o seguro viagem pode tornar qualquer situação dentro ou fora do país ainda mais segura. Isso porque, diante de um imprevisto, basta acionar a seguradora para que eventuais situações desagradáveis sejam mitigadas com o que prevê em seu contrato.

No caso do seguro viagem, a cobertura pode se estender a uma série de cuidados, como:

acidentes pessoais;

invalidez permanente (total ou parcial) em decorrência de um acidente;

assistência de saúde, seja ela médica, hospitalar ou odontológica;

despesas com exames e/ou medicamentos;

extravio de bagagem;

traslado.

Entre outros procedimentos e serviços que podem garantir menos dores de cabeça ao lidar com imprevistos em suas viagens — sejam elas a trabalho, férias ou de lua de mel.

Seguro de veículos

Seguro de veículos (ou seguro auto) é uma modalidade que visa a cobertura de prejuízos que podem ocorrem em decorrência de acidentes de trânsito ou, ainda, de furtos ou roubos.

No geral, é possível encontrar uma apólice que atenda a diferentes tipos de imprevistos que podem ocorrer com o seu carro, moto ou outros tipos de veículos, como:

  • colisões e outros tipos de acidentes (como choques e capotagem, entre outros);
  • perda total ou parcial por conta de alagamentos, incêndios ou explosões, entre outros fenômenos);
  • roubo ou furto (integral ou parcial — de partes) do veículo;
  • danos causados a terceiros.

Seguro de saúde

Já o seguro saúde é outro elemento que deve exigir um glossário de seguro dos beneficiários. Isso porque, o produto oferece cobertura para diferentes problemas de saúde que podem exigir a indenização da seguradora para que essas pessoas tenham acesso ao atendimento de qualidade e necessário.

Nesse sentido, podemos destacar uma série de serviços de proteção que um seguro saúde pode proporcionar, como:

  • assistência médica, hospitalar, terapêutica e obstétrica;
  • consultas e acompanhamentos;
  • acesso a serviços ambulatoriais;
  • acesso a serviços de emergência médica;
  • acesso ao atendimento de profissionais especializados.

Mas,aqui, também é importante destacar que o seguro saúde difere do plano de saúde. Isso porque, o primeiro serve apenas para os casos em que algo acontece, exigindo acionar a seguradora e, assim, obter o reembolso (parcial ou integral) do valor gasto.

Essas diferenças fazem com que seja necessário conhecer não apenas o glossário de seguro para entender os termos específicos, mas avaliar as questões que fazem o seguro e o plano de saúde serem distintos e, assim, servir para atender melhor às suas necessidades.

Seguro residencial

A proteção do lar pode se fazer necessária de diferentes formas. Por exemplo: em casos de incêndios ou, até mesmo, em uma invasão com a intenção de furtar ou roubar seus bens.

Independentemente do tipo de imóvel, o seguro pode ser aplicado, oferecendo todo tipo de cobertura dependendendo de cada produto, como:

  • danos ocasionados a partir da ação de fenômenos naturais, como furacões, terremotos e alagamentos, entre outros;
  • incêndios, implosões ou explosões acidentais;
  • furto ou roubo de bens;
  • quebra de vidros;
  • danos a terceiros;
  • perda ou pagamento de aluguel;
  • danos estruturais e também nas partes de elétrica e hidráulica.

Glossário de seguro: conheça os 20 principais termos 

Agora que já vimos quais são os principais tipos de seguro, e o que é seguro em si, hora de nos aprofundarmos nos termos mais aplicados nesse amplo e diversificado segmento.

Confira, abaixo, o nosso glossário de seguro com os termos que você, certamente, deve se deparar ao analisar um contrato. Leia, portanto, antes de assinar qualquer coisa.

Glossário de seguro: conheça os 20 principais termos 

Aditivo

Ele também pode ser conhecido como endosso e, na verdade, configura um elemento extra ao contrato original, mas sem a capacidade de influenciar ou modificar a cobertura básica.

Análise de risco

Trata-se de um estudo técnico que visa determinar o preço e as condições para que uma seguradora aceite (ou não) um determinado seguro. Isso tudo é feito para identificar qualquer risco em torno da decisão e, assim, evitar atritos entre cliente e seguradora.

Apólice

A apólice nada mais é do que um instrumento documental em que o segurado repassa à seguradora as responsabilidades inerentes em seu contrato. Dessa maneira, é na apólice que constam:

  • cláusulas;
  • condições gerais;
  • coberturas.

Basicamente, tudo aquilo que vai constar no contrato e que definem as obrigações, direitos, deveres e responsabilidades de ambas as partes.

Beneficiário

Nada mais é do que a pessoa física ou jurídica que vai ser favorecida ao acionar a seguradora e receber as devidas indenizações em caso de sinistro.

Caducidade

A caducidade pode ocorrer em duas situações distintas: a primeira, quando uma das partes não cumpre com as suas obrigações contratuais. A outra, quando ocorre um fato previsto em lei ou, ainda, por expressa vontade de uma das partes para terminar o contrato.

Capitalização

Essa é a contribuição que consolida um capital a ser formado por meio do pagamento de parcelas fixas, que normalmente contam com o acréscimo de juros compostos.

Carência

Carência é um período estipulado em contrato em que a seguradora está isenta do pagamento de indenizações. Normalmente, esse é um período que se inicia logo após a validação e assinatura do contrato — quando a apólice entra em vigor — e cada seguradora pode ter o seu próprio período de carência.

Carteira

A carteira é uma espécie de portfólio. Ou seja: reúne todos os contratos de seguros — que podem ou não ser do mesmo ramo ou de segmentos relacionados — que são emitidos por essa empresa.

Cobertura

A cobertura, como deve ter dado para perceber antes de entrarmos em nosso glossário de seguro, é a garantia de proteção que cada apólice vai prever. 

Isso porque, existem seguros de veículos que não protegem contra a quebra de vidros, por exemplo, enquanto outros podem oferecer esse tipo de cobertura, sim.

Cláusula adicional

Diante da necessidade de reparar, ajustar, adicionar ou explorar com mais clareza uma ou mais condições gerais, a cláusula adicional pode ser necessária. Aí consistem os novos parágrafos que vão destacar os elementos suplementares e que foram acrescidos ao contrato.

Emolumentos

Emolumentos são despesas extras que o segurador pode ter que arcar e, em seguida, cobrar do segurado, como:

  • parcelas de impostos;
  • encargos em geral do seguro.

Franquia

A franquia do seguro é o valor que o segurado deve pagar diante da necessidade de acionar a seguradora por conta de um sinistro. Isso pode ser calculado tanto por um valor fixo e que vai constar na apólice quanto por meio de um percentual do total que está segurado.

Importância segurada

Esse é o limite que uma empresa seguradora pode apontar para assumir a responsabilidade de um sinistro. Assim, se os custos forem superiores a esse limite, ela não tem a obrigação de pagar pelo valor complementar.

Pecúlio

Pecúlio (ou Pecúlio por Morte) é um termo que entra no glossário de seguro porque é aplicada na designação do capital segurado que vai ser indenizado diante da morte de um segurado — e que pode acontecer tanto como um capital fixo como de maneira única (corrigível ou não).

Portabilidade

Esse é um direito adquirido pelo consumidor e que permite a ele a movimentação da sua apólice para diferentes empresas. E, nesses casos, há a possibilidade de não ter que cumprir novos prazos de carência, por exemplo.

Pro-Rata

Pro-Rata

Método de cálculo do prêmio de seguro a partir da avaliação dos dias de vigência do contrato e em situações em que isso ocorre em um período inferior a ano.

Sinistro

Sinistro é a ocorrência que motivou o acionamento da seguradora e que deve constar na sua apólice de seguro. Um acidente de trânsito, por exemplo, é um sinistro, e é o que prevê também a indenização por parte da seguradora.

Taxas

São as despesas previstas que o segurado deverá pagar para manter o seu benefício ativo. E, nisso incluem-se tanto as mensalidades quanto impostos e encargos.

Vício oculto

Esse é um problema e/ou defeito em um objeto que esteja segurado, mas que passou despercebido pelo serviço de perícia realizado anteriormente à contratação da apólice.

Vistoria

Também conhecida como vistoria de risco, trata-se de uma inspeção feita por especialistas que devem concluir as condições de risco sobre aquele seguro em particular.

Existe, ainda, a vistoria de sinistro, que acontece diante de um acidente, por exemplo, e visa averiguar o grau de amplitude dos danos.

Seguro de vida Ailos: tranquilidade para você e sua família!

Agora que você já conhece todo o glossário de seguro, que tal considerar as melhores soluções para você e toda a sua família? 

O Ailos tem entre as suas soluções um seguro de vida que se adapta facilmente aos seus objetivos e necessidades. São apólices pensadas para quem se preocupa com o futuro, e deseja fazer isso desde já.

Encontre a melhor proteção para a sua família com o seguro de vida Ailos

Conclusão

Neste glossário de seguro, apontamos os principais termos usados no segmento. Mas fomos além, e definimos o próprio conceito de seguro em si, bem como os principais tipos que podem ser encontrados no mercado.

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado, e conte com o Ailos para fazer parte desse importante momento de decisão sobre os melhores seguros para você e para a sua família.

neil-amanda.alves@ailos.coop.br

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

Faça um comentário

Últimos comentários (0)

Ocultar comentários
O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: