• 30 de junho de 2022
  • 3 minutos

O Pix é seguro? Saiba como se proteger de fraudes e golpes

Nesse conteúdo, te contamos como você pode se proteger de fraudes e golpes relacionados ao Pix.

Nesse conteúdo, te contamos como você pode se proteger de fraudes e golpes relacionados ao Pix.

Ataques cibernéticos estão cada vez mais frequentes e as maneiras que hackers e golpistas encontram para tentar burlar sistemas e aplicar golpes cada vez mais criativas. Não demorou muito para que o Pix, uma das formas de pagamento mais utilizadas atualmente, se tornasse alvo dessas ocorrências. Aí começaram a surgir os questionamentos: será que o Pix é mesmo seguro?

Por ser uma operação relativamente recente comparada às outras, o serviço ainda gera dúvidas e inseguranças em algumas pessoas. Para esclarecer qualquer dúvida, neste conteúdo te contamos tudo sobre a segurança do Pix e compartilhamos algumas dicas de como você pode se blindar para fugir de golpes e fraudes envolvendo sua chave Pix. Boa leitura!

Afinal, o Pix é seguro?

Assim como nas operações de TED e DOC, as informações pessoais que são utilizadas no Pix estão protegidas pelo sigilo bancário, baseadas na Lei Complementar nº 105 e dentro dos padrões de segurança exigidos pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Ou seja, o Pix possui a mesma segurança que o TED e o DOC, por exemplo, principalmente porque todas essas operações contam com camadas de autenticação e criptografia.

Além disso, o Pix também conta com a segurança dos apps, que geralmente exigem biometria, reconhecimento facial e senhas. Resumindo tudo isso, podemos dizer que sim, o Pix além de prático é uma operação super segura e pode ser usado sem preocupação.

Descubra os mecanismos de segurança do Pix

Como mencionamos no tópico anterior, o Pix conta com algumas camadas de autenticação e criptografia que garantem a segurança e a proteção dos seus dados. Descrevemos um pouquinho cada um deles para que você entenda melhor como funciona. Vamos lá:

1.   Identificação

Antes de qualquer movimentação feita via Pix, é preciso fazer a identificação padrão dos celulares e aplicativos, como, por exemplo, adicionar senha, token, reconhecimento biométrico, ou outro método de segurança adotado. Esta já é a primeira camada de segurança.

2.   Criptografia

Na Rede do Sistema Financeiro Nacional, que é uma rede de dados operada pelo Banco Central, todos os dados do Pix são criptografados, ou seja, protegidos, em uma rede 100% segura.

3.   Motores antifraude

As instituições financeiras e de pagamento, que operam os serviços para os clientes, contam com um serviço que rastreia rapidamente transações atípicas, ou seja, fora do perfil do usuário.

Essas transações ficam bloqueadas por 30 minutos durante o dia e 60 minutos durante a noite e, caso a transação não se confirme segura, ela é cancelada até uma segunda tentativa dentro dos padrões.

Como não cair em golpes envolvendo Pix?

O próprio Banco Central já compartilhou algumas ações que são fundamentais para garantir a segurança dos seus dados e driblar possíveis golpes. Acompanhe:

  1. Nunca clicar em links sem saber a origem porque podem ser maliciosos e direcionar a uma página falsa;
  2. O Pix só é operado no aplicativo da sua instituição financeira, em um ambiente seguro e autenticado, não há outra forma;
  3. Preste atenção na tela de confirmação. Antes de autorizar a transação, confira para quem você está pagando e qual o valor;
  4. Só aceite Pix agendado de pessoas com quem você estabeleceu relações de confiança, caso contrário negocie pagamento instantâneo, ou seja, aquele que entra na hora na sua conta.


Além das dicas oficiais do Banco Central, também reunimos algumas ações que são recomendadas pelas cooperativas Ailos:

  • Cadastre suas chaves Pix com dados pessoais em instituições financeiras de confiança, que você já utiliza;
  • Nunca acesse links diversos que falem sobre bônus e bugs do Pix e sempre preste muita atenção no nome dos links antes de clicar;
  • Jamais forneça senhas ou tokens fora do aplicativo oficial da instituição financeira (nem mesmo pelo telefone);
  • Desconfie de ligações falando sobre contas financeiras e sobre Pix ou falhas no sistema. Qualquer dúvida, entre em contato imediatamente com a sua instituição financeira.

Conseguimos tirar as suas dúvidas sobre a segurança do Pix? Esperamos que sim! Conheça mais detalhes sobre o serviço de Pix oferecido pelas cooperativas Ailos no site da sua Cooperativa.

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: