• 7 de outubro de 2022
  • 8 minutos

Marketplace para MEI: entenda o que é, vantagens e como escolher

8 minutos

Você é um microempreendedor individual e não sabe onde vender seus produtos e nem como impulsionar suas vendas? Saiba que o marketplace para MEI é uma possibilidade que pode aumentar seu faturamento. 

Marketplaces são sites amplamente conhecidos pelo público consumidor. Como empreendedor, é possível conseguir um espaço para seu negócio. 

Ao hospedar sua microempresa em um desses espaços, as oportunidades aumentam, bem como a lucratividade no fim do mês. 

Continue acompanhando o conteúdo a seguir para descobrir como obter sucesso em um marketplace sendo MEI. Confira e boa leitura!

Seja um parceiro do Ailos Aproxima, anuncie seu negócio como MEI e venda como nunca!

O que é Marketplace?

Marketplaces são sites que fazem a venda de lojas diferentes. Quando você entra em um site para comprar algo online, e logo abaixo do preço do produto aparece a seguinte frase: “vendido por nome da loja”. Isso significa que a página visitada é um marketplace. 

Funcionam quase como um shopping center, mas no ambiente virtual. Possuem um volume altíssimo de visitas diariamente e clientes fiéis. Inclusive, você já deve conhecer alguns dos mais famosos marketplaces, como Americanas, Mercado Livre, Amazon e Magazine Luiza.

Para ter seus produtos vendidos em um espaço desses, basta pagar uma pequena comissão para o dono da página a cada venda efetuada. 

Na Magazine Luiza, por exemplo, é cobrada uma comissão de 3,99% das vendas realizadas, em troca da visibilidade e toda a logística de retirada e entrega de produtos, além do suporte no pós-venda. 

MEI pode vender em Marketplaces?

Como citamos inicialmente, o marketplace para MEI é, sim, uma possibilidade de expandir os negócios e aumentar o faturamento. Contudo, existem alguns pontos que precisam ser analisados antes de iniciar as vendas. 

Limite de faturamento do MEI

De acordo com a legislação, MEIs possuem um limite de faturamento de R$81 mil ao ano — algo em torno de R$6.750,00 ao mês. Nesse sentido, antes de começar suas vendas em um marketplace, tome cuidado para não ultrapassar essa quantia. 

Caso a empresa apresente um desempenho acima do esperado e esteja próximo de ultrapassar o limite de faturamento, talvez seja melhor mudar o negócio de MEI para ME (Micro Empresa).

Emissão de nota fiscal eletrônica em XML

Todos os vendedores de um marketplace devem emitir nota fiscal eletrônica em XML. Esse arquivo se refere à versão digital da NF, conforme os padrões nacionais de escrituração fiscal. Ela permite realizar transações por todo o país com segurança.

Contudo, ainda não está disponível para todos os estados brasileiros, como Acre, Maranhão, Pernambuco e Espírito Santo. 

Exigência de declaração ou nota fiscal

Os Correios também exigem a NF para enviar seus produtos aos clientes que os compraram. No caso de MEIs, os Correios também oferecem a possibilidade de apresentar uma declaração dos itens a serem enviados. 

Vantagens de vender em marketplace

Segundo uma matéria publicada pela Band, o faturamento dos marketplaces aumentou para 51% em 2021, sendo que ele representava somente 35% em 2019. 

Dentro dessa margem de crescimento, 2,5% dos MEIs ativos nesses ambientes ultrapassaram o limite de R$81 mil ao ano. Confira outras vantagens de vender em marketplaces sendo MEI a seguir.

Sem gasto de divulgação

Com os marketplaces, toda a responsabilidade da divulgação do seu negócio fica sob responsabilidade da plataforma. Isso significa que você terá uma grande economia em investimentos de publicidade. 

Afinal, sites de marketplace já possuem um alto alcance, atingindo muito mais pessoas com o marketing que realizam. 

Não precisa de manutenção

Apostar no marketplace para MEI é uma excelente estratégia, pois você não precisará criar uma página do zero para poder vender online. 

Ao se hospedar nesses sites, toda a estrutura já está pronta, incluindo formas de pagamento, fretes, cupons e outras vantagens. 

Loja ativa 24h por dia

Como se trata de um negócio digital, sua mercadoria fica disponível 24h por dia, proporcionando aos clientes a possibilidade de comprar algo a qualquer momento. 

Como escolher o marketplace ideal para MEI?

Agora que você já sabe das vantagens de vender em marketplaces, está na hora de escolher a melhor plataforma para seu empreendimento. Confira nossas dicas abaixo.

Público alvo

Existem marketplaces com um público-alvo definido, pois vendem somente produtos específicos para essa audiência. 

A Dafiti, por exemplo, é um marketplace de moda, que comercializa roupas e acessórios, majoritariamente. 

Sendo assim, caso seu negócio esteja no campo dos eletrônicos, talvez outras plataformas alinhadas com esse nicho sejam uma opção melhor. 

Taxa de comissão

Antes de investir em um marketplace para MEI, procure saber qual a taxa de comissão cobrada por cada plataforma. Com essa informação, será mais fácil organizar as finanças do seu empreendimento, além de precificar seus produtos com mais exatidão. 

Alcance da plataforma

Analise se o marketplace escolhido faz entregas para todo o Brasil. Dessa forma, suas vendas possuirão um grande alcance e não serão limitadas por regiões. 

Popularidade da página

Outro ponto importante para potencializar suas vendas em um marketplace é a sua popularidade. Então, considere o quanto determinado canal é conhecido, seja por nome, tamanho ou credibilidade. 

Valorização do MEI

Existem plataformas que valorizam os pequenos empreendedores, oferecendo treinamentos para melhorar seus conhecimentos dentro do marketplace, bem como dicas para impactar mais pessoas e aprimorar as estratégias de vendas. 

Opte por um marketplace que se importe com o MEI. 

Como vender em marketplaces sendo MEI

Cada marketplace possui um processo distinto para garantir sua segurança e a de seus clientes. Nesse sentido, é importante prestar atenção a algumas exigências:

  • ter CNPJ ativo sem restrições;
  • ter CNAE no setor “Comércio e Varejista”;
  • ter autorização para emitir nota fiscal;
  • ter conta corrente vinculada ao CNPJ;
  • ter cadastro no Sefaz do estado da inscrição estadual. 

Além de cumprir com esses requisitos, é interessante adotar algumas medidas para impulsionar suas vendas no marketplace. Veja quais são elas mais abaixo.

Escolha bem os produtos

É imprescindível que você defina em qual nicho pretende atuar. Prefira aquele no qual já possua amplo conhecimento e possa investir em especializações. Dessa forma, terá mais segurança para realizar as divulgações. 

Também é importante realizar um estudo de mercado para descobrir como seus concorrentes se comportam, onde vendem e como fazem isso. 

Documentação e cadastro

Depois de escolher o marketplace — ou marketplaces — no qual deseja atuar, inicie o processo de cadastro na plataforma. Cada página possui suas burocracias quanto à essa etapa, a fim de proteger você e seus consumidores. 

Atenção para lojas físicas

Caso você tenha uma loja física, mas deseja migrar para o ambiente virtual, a dica é fazer isso gradualmente. Desse modo, poderá visualizar como as vendas se comportaram nos dois ambientes, sem perder estoque em nenhum deles. 

Capriche nos anúncios

Para impulsionar suas vendas, é necessário investir em um bom anúncio, com títulos claros, localizados na categoria certa, ter boas fotos e até vídeos. Também inclua informações técnicas sobre os itens, como cores, tamanhos e formas de uso. 

Atenda bem os clientes

Um bom atendimento é o diferencial para conquistar os clientes, seja no meio físico ou digital. Transmita uma imagem gentil, seja simpático, mostre-se disponível em diferentes canais, utilize uma linguagem humanizada e clara. 

Mantenha um estoque

Sempre que divulgar um produto novo, certifique-se de que o terá em estoque. Caso contrário, remova-o da página ou inclua um aviso de “fora de estoque” para evitar frustrações por parte do cliente. 

Faça promoções

Explore as datas comemorativas, como Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia das Crianças e outros para impulsionar suas vendas. 

Ofereça promoções, frete grátis, descontos e outras formas de beneficiar o cliente quando ele adquirir um item da sua loja virtual.

Acompanhe quais estratégias terão impactos positivos nas vendas e aprimore sua implementação para os próximos anos. 

Ailos Aproxima

Como você aprendeu até o momento, fazer negócios online é uma excelente forma de impulsionar suas vendas como MEI. Basta investir em soluções práticas, como o Ailos Aproxima. 

Trata-se de um marketplace da Ailos, interessada em unir cooperados PJ e clientes, para ajudá-los a crescer. Na plataforma, você pode vender qualquer produto que já comercializa formalmente. 

Além disso, tem acesso a um ambiente exclusivo para transferir seu negócio para o meio digital sem dificuldades. Também recebe o suporte em divulgação, atendimento e pós-venda. 

Seja um parceiro do Ailos Aproxima, anuncie seu negócio como MEI e venda como nunca!

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu como um marketplace para MEI pode ser uma ótima forma de aumentar as vendas e o faturamento anual. 

Lembre-se de analisar quais plataformas oferecem mais benefícios para MEIs antes de se cadastrar. Também preste atenção ao limite de ganhos definido pela lei, a fim de evitar penalidades. Caso ainda não tenha um marketplace para alavancar seu pequeno negócio, que tal conhecer o Ailos Aproxima? Aqui, você terá todo o suporte para obter sucesso e conquistar cada vez mais clientes.

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: