• 20 de outubro de 2022
  • 12 minutos

Portabilidade de financiamento imobiliário: o que é e como fazer? 

12 minutos
O que é portabilidade de financiamento imobiliário

Com o aumento das taxas de juros das instituições financeiras, as pessoas estão cada vez mais procurando por soluções financeiras que ofereçam condições mais econômicas. 

Como a portabilidade de financiamento imobiliário, que oferece a oportunidade para os consumidores de diminuírem os custos com as taxas de juros. 

 Nessa modalidade, o proprietário de um imóvel consegue diminuir o valor do parcelamento do seu imóvel realizando a mudança de crédito imobiliário — ou seja, ele pode escolher outro banco para se responsabilizar pela sua dívida. 

Essa é uma opção de planejamento financeiro muito interessante para aquelas famílias que estão passando por dificuldades e desejam economizar com as parcelas de seu imóvel próprio. 

O Ailos, preparou este artigo explicando detalhadamente como funciona essa mudança de crédito para você realizá-la da melhor forma possível. 

Se você está em busca de uma instituição financeira com as melhores condições para adquirir seus bens, seja ele qual for, venha conhecer as soluções financeiras do Ailos! 

Portabilidade de financiamento imobiliário: o que é?

Em suma, a portabilidade de financiamento imobiliário é quando acontece a transferência de um financiamento de um imóvel de uma instituição financeira para outra. 

A transferência de crédito só pode acontecer a pedido do cliente e, geralmente, ele opta por essa modalidade, pois encontrou melhores condições de financiamento do imóvel. 

Quando o cliente realiza a solicitação de portabilidade de financiamento imobiliário, é porque as condições da outra instituição financeira ofereciam mais benefícios do que o antigo contrato original. 

Muitas pessoas não sabem disso, mas quando você adquire o seu imóvel financiado, não significa que você precisa ficar com a mesma instituição financeira até o final das parcelas. 

Você pode buscar constantemente ofertas melhores, condições de taxas de juros menores ou outras maneiras de negociação mais benéficas em outras instituições financeiras. 

Quem pode realizar a portabilidade de financiamento imobiliário? 

Existem pessoas que sabem o que é portabilidade de financiamento imobiliário, têm interesse na modalidade, mas não sabem se podem ter o direito de transferir a dívida. 

Com isso, elas acabam aceitando as taxas de juros abusivas de seu banco e se desorganizam financeiramente. 

A portabilidade de financiamento existe exatamente para isso: otimizar o pagamento das parcelas do seu imóvel. 

Se sua instituição financeira pertence ao Sistema Financeiro Nacional (SFN), qualquer contratante pessoa física consegue realizar a portabilidade da sua dívida. 

Isso inclui os aposentados, trabalhadores que atuam sob regime CLT, funcionários públicos ou pensionistas do INSS. 

Sempre existirão instituições financeiras que oferecerão ofertas mais vantajosas para a sua dívida. Portanto, procure com cautela e não se deixe levar pelos juros abusivos do seu contrato. 

Portabilidade de financiamento imobiliário ou renegociação? 

Como funciona portabilidade de financiamento imobiliário

Além da possibilidade de realizar a portabilidade de financiamento imobiliário, também é possível fazer uma negociação com o seu próprio banco. 

Existem pessoas que sabem da existência da portabilidade de financiamento imobiliário, mas acham mais simples e vantajoso realizar uma renegociação com o próprio banco. 

Por isso, para escolher entre os dois, dependerá muito dos benefícios que o seu banco está oferecendo e a oferta da outra instituição financeira. 

Ambas opções podem ser benéficas para o parcelamento do seu financiamento. Portanto, para você fazer a escolha certa, estude as propostas que você recebeu das instituições. 

Caso a renegociação de contrato do seu banco seja mais vantajosa para o seu bolso, não faz mal optar por essa. 

Mas, lembre-se, sempre existirão outras ofertas mais econômicas para o seu imóvel. Portanto, não deixe de lado a opção de procurar pela portabilidade de financiamento imobiliário em outras instituições financeiras. 

Vantagens da portabilidade de financiamento imobiliários 

Optar pela portabilidade de financiamento imobiliários promove diversos benefícios para a sua dívida. 

Além de baratear as parcelas do financiamento, a transferência do financiamento também dá mais liberdade de escolha para o contratante. 

Separamos alguns dos principais benefícios da portabilidade de financiamento imobiliário para você. Vamos conhecê-las? Confira abaixo! 

Possibilidade de redução das parcelas do financiamento

Podemos dizer que essa é uma das principais vantagens de você optar pela portabilidade do financiamento imobiliário. 

Quando você faz a escolha certa da instituição financeira para a transferência da dívida, você consegue diminuir, consideravelmente, o valor das suas parcelas. 

Além de que, dependendo do banco escolhido, você também consegue optar por uma oferta com uma considerável queda de juros. 

Melhores chances de pagamento 

Outra vantagem da portabilidade do financiamento imobiliário é possibilidade de melhorar as condições para o pagamento do crédito imobiliário. 

Optando por esse tipo de transferência de crédito, você consegue obter mais opções de pagamento do seu imóvel e quitá-lo da melhor forma possível. 

Optar por um novo financiador de acordo com as suas necessidades 

Claramente, quando uma pessoa quer adquirir o seu imóvel, ele opta por um financiador com as melhores condições conforme suas necessidades. 

No entanto, a partir de certo momento, esse financiador pode não estar mais se integrando com as finanças do contratante. 

Uma forma de não se apertar e sair desse tipo de situação, é optar pela portabilidade de financiamento imobiliário. 

Quando a sua instituição financeira não está mais se adequando às suas necessidades, você pode escolher outro banco com condições melhores. 

Portabilidade de financiamento imobiliário 

A portabilidade de financiamento imobiliário oferece um benefício que a renegociação não possui, a liberdade de escolha. 

Isso porque, essa modalidade de financiamento dá ao contratante mais liberdade de comparar, pesquisar e escolher ofertas mais benéficas às suas necessidades em outros bancos. 

Sem obrigatoriedade de criação de conta 

Um ótimo benefício da portabilidade de financiamento imobiliário é a opção de não precisar criar uma conta no banco escolhido. 

Desta maneira, você não ficará à mercê de taxas anuais de contas correntes. A única coisa que você terá de fazer é pagar suas novas parcelas com o novo banco. 

Isso é válido para qualquer banco escolhido para realizar a portabilidade. Portanto, você tem a total escolha de não querer fazer uma conta bancária.  

Como fazer a portabilidade de financiamento imobiliário? 

Portabilidade de financiamento imobiliário

Antes mesmo de você optar pela portabilidade de financiamento imobiliário, é muito importante que você fique atento à taxa de juros Selic. 

Essa é uma taxa básica de juros da economia brasileira que é utilizada pelo Banco Central (BC) para política monetária e controle de inflação. 

Você deve está se perguntando: “O que a taxa de juros Selic tem a ver com a portabilidade de financiamento imobiliário?”. E, sinceramente, tudo. 

A Selic influencia todas as taxas de juros do Brasil, como de financiamentos e aplicações financeiras e também dos empréstimos. 

Como estamos falando de financiamento, a Selic também controla a taxa de juros dessa modalidade de crédito. 

Portanto, quando for realizar sua portabilidade, estude as variações da Selic e, quando estiverem baixas, comece a procurar bancos com as melhores ofertas de transferência de dívida imobiliária. 

Para você realizar a sua transferência da melhor forma, o Ailos separou os principais passos de como fazer a portabilidade de financiamento imobiliário. Confira! 

Atualização de documentos 

O primeiro passo que você precisa cumprir é ter uma cópia atual do seu contrato constando o saldo devedor atualizado e a data de vencimento da última operação. 

Tendo isso em mãos, é necessário que você separe as seguintes documentações para mostrar ao seu novo banco. 

  • Número de telefone atualizado; 
  • CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • Endereço da instituição financeira escolhida; 
  • Numeração do contrato original; 
  • Três datas referenciais para o cálculo do saldo devedor; 
  • Base de remuneração ou índice de preços a serem utilizados; 
  • Nova proposta da instituição financeira escolhida, com o prazo da operação, as taxas de juros (efetiva, anual e nominal), o Custo Efetivo Total (CET), o valor das parcelas e o método de pagamento. 

Simule a sua portabilidade de financiamento 

Após você fazer a separação minuciosamente dos documentos necessários para a portabilidade, é necessário realizar a simulação na instituição financeira nova. 

Geralmente, os bancos que oferecem a portabilidade de financiamento imobiliário disponibiliza um site online para realizar a simulação. 

Portanto, entre no site do banco escolhido e procure pelo simulador de transferência de financiamento imobiliário. 

Lá, você encontrará todas as informações necessárias para prosseguir com a sua solicitação de portabilidade. 

Faça a solicitação em seu banco de escolha

Feita a simulação e análise da instituição financeira, você deverá entrar em contato com o banco escolhido para realizar a solicitação de portabilidade. 

Nisso, o novo banco te enviará a proposta completa e você poderá realizar a comparação dos benefícios da oferta. 

Estudar a contraproposta enviada 

Esse é um dos passos mais importante para que você consiga realizar uma portabilidade de sucesso e sem preocupações. 

Financiamento é um tópico sério e, quando falamos de portabilidade, é necessário muito estudo para fazer a decisão final. 

Por isso, após receber a proposta completa da instituição escolhida, veja o que ela proporcionará de benefícios e se realmente vale a pena investir nessa transferência. 

Feito isso, caso você veja que realmente o banco escolhido se integra mais às suas necessidades, é só fechar contrato com eles. 

Realização do novo contrato 

Quando você fechar contrato com a nova instituição financeira, o antigo dono da dívida precisará enviar as informações da operação para dar sequência ao novo contrato. 

Feito isso, a sua dívida não estará mais nas mãos do antigo banco, e a nova instituição ficará responsável por assumir os débitos do contrato original. 

Conclusão da portabilidade de financiamento imobiliário 

Portabilidade de financiamento imobiliário entenda

É bem provável que já dê tudo certo até esta etapa. Por isso, o antigo banco terá o prazo de 2 dias úteis para o envio das documentações para a nova instituição financeira. 

Após esses dois dias, o antigo banco deve comprovar que a portabilidade foi efetivada com sucesso e que a sua dívida já não é mais pertencente ao seu sistema. 

Feito isso, o único feito que você deve realizar é confirmar se já está tudo certo com a instituição financeira nova. Se estiver tudo nos conformes, é só começar a pagar suas novas parcelas. 

Como simular sua portabilidade? 

Como dito anteriormente, geralmente, as instituições financeiras que oferecem a portabilidade, disponibilizam um simulador digital em seus próprios sites. 

Através da simulação online será possível você ver como a sua atual dívida ficará nas mãos do novo banco. 

Nesta etapa, é muito importante que você analise as condições que a instituição financeira oferecerá, como taxa de juros e forma de pagamento. 

Para realizar a portabilidade do financiamento imobiliário você deve às seguintes informações em mãos: 

  • Valor do imóvel; 
  • Banco atual do financiamento; 
  • Saldo devedor atual; 
  • Valor da parcela atual; 
  • Prazo restante em meses. 

Muito provavelmente, essas são as informações principais que serão requisitadas na hora da simulação com o novo banco. 

Para encontrar o simulador de portabilidade de financiamento imobiliário da instituição financeira escolhida, é importante que você acesse o site oficial do novo banco. 

Quais são os custos esperados para o processo? 

Como todo processo financeiro, a portabilidade de financiamento imobiliário envolve alguns custos que saem do bolso do contratante. 

Geralmente, são a avaliação do imóvel e os custos do cartório para a substituição da alienação fiduciária, ou seja, a troca da instituição financeira. 

Segundo o Banco Central, se o contratante não tiver nenhum tipo de relacionamento com a nova instituição financeira, é possível a cobrança de novas tarifas para que seja realizado o cadastro de início do processo de transferência. 

No entanto, ainda existem outras três possibilidades de cobrança de valores adicionais pela liquidação antecipada da operação. Sendo elas: 

  • Contratos que foram assinados ANTES do dia 10 de dezembro de 2007, podem sofrer com uma tarifa cobrada no momento em que a liquidação for realizada. Porém, essa cobrança deve estar prevista no contrato; 
  • Já os contratos que foram assinados A PARTIR do dia 10 de dezembro de 2007, não precisam lidar com a tarifa de liquidação antecipada. Porém, o contratante deve ser Pessoa Física (PF), Microempresa ou empresa de pequeno porte; 
  • Contratos que foram efetuados nos períodos de 8 de setembro de 2006 e 9 de dezembro de 2007, para que seja cobrada uma tarifa, é necessário que o valor máximo a ser coletado conste no contrato. 

Os custos do cartório podem também sofrer com uma variação dependendo da região. Para não receber surpresas no valor, a melhor opção é entrar em contato com o cartório da sua cidade e saber as tarifas necessárias para realizar a portabilidade. 

Para imóveis avaliados em até R$ 1,5 milhão, o FGTS pode ser utilizado para amortizar as parcelas ou o saldo devedor do financiamento imobiliário. 

Quer escolher uma instituição financeira que tenha taxas de juros inferiores à média do mercado? Aqui no Ailos, com o serviço de portabilidade de crédito, você consegue transferir seu contrato de financiamento com as melhores condições e benefícios. 

Conclusão 

Saiba o que é portabilidade de financiamento imobiliário

A portabilidade de financiamento imobiliário é uma opção que só é efetuada a partir de uma solicitação do contratante. 

Portanto, nenhum cliente é obrigado a optar por essa modalidade de financiamento. Ela existe para auxiliar o consumidor a organizar a sua vida financeira. 

Por isso, optando pela transferência de financiamento imobiliário, é possível fugir das taxas abusivas dos bancos, ter melhores prazos e diminuir o valor da parcela do seu imóvel. 

Nas Cooperativas Ailos, oferecemos soluções financeiras com taxas de juros inferiores à média do mercado para que você consiga alcançar a sua liberdade financeira. 

Venha conhecer nossas soluções e dar o primeiro passo para o seu sucesso! 

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: