• 13 de janeiro de 2023
  • 12 minutos

Cartão de viagem pré-pago: tranquilidade para viajar!

12 minutos

Uma coisa é certa: viajar apenas com dinheiro na carteira não é uma boa opção. Por isso, surgiu a modalidade de cartão de viagem pré-pago.

Com ele, a viagem fica muito mais tranquila para se aproveitar cada momento dessa experiência, principalmente por conta das muitas vantagens que ele oferece.

Além disso, ao contar com um cartão de viagem pré-pago, você não precisará passar por todo aquele processo burocrático de análise de crédito e, o melhor, não irá correr o risco de extrapolar o orçamento.

Quer conhecer mais sobre o cartão de viagem pré-pago e, assim, garantir uma viagem mais tranquila para você e sua família?

Então, aperte o cinto e decole com a gente!

O que é um cartão de viagem pré-pago?

O cartão de viagem pré-pago é bem semelhante a qualquer cartão utilizado para realizar transações financeiras.

No entanto, para utilizá-lo, de fato, é necessário realizar uma recarga com o valor que se pretende usar, como se fosse uma recarga em um celular, sabe?

Dessa forma, à medida que vai gastando, o valor é automaticamente abatido do saldo original. Logo, é possível ter o controle total do que se gasta para não ficar na mão depois.

Na prática, o cartão de viagem pré-pago é bastante similar a um cartão de débito. Porém, ele é utilizado na função crédito - mesmo não tendo todo mês a emissão de faturas.

Afinal, a recarga é feita de maneira bem antecipada. Dessa forma, para adicionar créditos, basta solicitar via débito online, transferência ou até mesmo boleto bancário.

Como funciona um cartão de viagem pré-pago internacional?

Como mencionado anteriormente, esse tipo de cartão é bem parecido com os cartões já utilizados atualmente. 

Com ele, é possível realizar compras em lojas físicas e virtuais, sacar o dinheiro em caixas eletrônicos etc. 

Para você entender de forma mais detalhada e clara o funcionamento do cartão de viagem pré-pago internacional, confira o passo a passo a seguir!

  1. Primeiro é necessário solicitar o cartão de viagem pré-pago em uma empresa que oferece esse tipo de serviço;
  2. Após isso, o solicitante deverá pagar uma taxa de emissão (caso a empresa cobre). 
  3. Depois, o solicitante pode realizar a primeira recarga. Geralmente, são utilizados como meios de recarga o boleto bancário ou a transferência;
  4. Agora, é hora de recarregar com o valor desejado e a moeda desejada: euro, dólar, libra etc.;
  5. Caso seja necessário recarregar outros valores, não há problema nenhum, uma vez que não existe um limite para a realização desse processo.

Carregamento via boleto ou transferência

Uma das grandes vantagens da utilização do cartão de viagem pré-pago é com relação a forma pela qual se pode recarregá-lo. 

Isso porque, existem várias formas de realizar esse processo, sendo as mais comuns o carregamento via boleto bancário ou por meio de transferência.

Inclusive, a maioria dos locais em que se realiza a emissão desse tipo de cartão de viagem autoriza as recargas por meio de sistemas digitais, tornando o processo mais cômodo para o cliente.

É bastante simples! Basta realizar uma pequena simulação e solicitar a recarga. O dinheiro será disponibilizado na mesma hora ou em até poucos instantes após a solicitação para que seja utilizado.

É importante mencionar que não existe limite para recarga e o processo pode ser realizado várias vezes, quantas forem necessárias.

Escolha da moeda

Digamos que sua viagem já tenha um país como destino principal e todas as medidas já foram tomadas para essa localidade. 

Porém, no seu planejamento existem alguns pontos com parada obrigatória em territórios distintos. Essa, portanto, é outra vantagem que o cartão de viagem pré-pago internacional proporciona.

Isso porque, caso não fosse possível escolher a moeda a ser recarregada no cartão de viagem, haveria a necessidade de realizar várias compras de câmbio.

Assim, o turista iria pagar pela bi-tributação - que ocorre quando se há a necessidade de trocar a moeda mais de uma vez. 

Vale lembrar que esse processo é bem oneroso e pode encarecer a sua viagem, comprometendo o orçamento de forma geral.

Taxa de câmbio independente de variações

Como você acabou de perceber, o cartão de viagem pré-pago internacional independe das variações na taxa de câmbio.

Entenda: se você colocou 1 mil euros no cartão de viagem, hoje, esse valor irá permanecer o mesmo na semana seguinte, independentemente se houver ou não uma variação no preço da moeda.

Por conta disso, o cartão de viagem pré-pago internacional é uma das melhores formas de garantir estabilidade, tranquilidade e segurança durante as viagens.

Inclusive, ele é a melhor pedida quando se tem mais de um país a ser conhecido, justamente por conta desse valor recarregado que fica, de certa forma, travado.

Quais são as vantagens de um cartão de viagem pré-pago?

Como você pode perceber, existem diversas vantagens em contar com um cartão de viagem pré-pago. 

A seguir, confira outros benefícios que só quem optou por esse modelo de cartão consegue conquistar!

Segurança

Já foi época em que havia a necessidade de andar com altas quantias de dinheiro durante as viagens, não é mesmo?

Com o tempo, essa medida foi diminuindo, principalmente com o aumento da violência. Hoje, não é possível andar na rua com dinheiro em espécie e não ficar preocupado.

Inclusive, essa preocupação também se estende para viagens internacionais, às vezes a preocupação até aumenta. 

Afinal, estamos em um local novo e desconhecido. Logo, todo o cuidado é pouco!

Por conta disso, o cartão de viagem é uma excelente opção para quem não deseja correr o risco andando com dinheiro na rua. 

Com ele, é possível carregar a quantia necessária - quando você achar que precisa - e realizar uma viagem muito mais tranquila e segura.

Praticidade

A praticidade do cartão de viagem pré-pago é, sem dúvida, um dos motivos para ele ser o queridinho na hora de planejar uma viagem.

Isso porque, ele pode ser utilizado em qualquer lugar. Seja em uma loja virtual ou até mesmo em lojas físicas, o cartão de viagem pré-pago não possui restrições quanto ao uso.

Assim, você poderá utilizá-lo em lojas de departamento, cinemas, restaurantes, mercados e, inclusive, em assinaturas on-line, como em plataformas de música e de streaming.

Inclusive, outra vantagem do cartão de viagem que precisa ser levada em consideração é que não há necessidade de comprovação de renda ou mesmo análise de crédito.

Afinal, é bastante recorrente que bancos realizem uma detalhada análise de crédito para, então, liberar (ou não) algum produto financeiro, como cartão de crédito.

Porém, com o cartão de viagem essa necessidade não existe. Isso porque, é o próprio solicitante que irá decidir qual o valor da recarga e, assim, poderá gastar da forma que quiser.

Reutilização

Com o cartão de viagem pré-pago você não precisa solicitar um novo cartão a cada transação financeira, a cada compra efetuada…

Basta realizar uma nova recarga e, pronto, o cartão estará disponível e habilitado para uso. Assim, fica muito mais fácil administrar, como já dissemos, os gastos.

Além dessa reutilização, podemos contar com a flexibilidade que o cartão de viagem proporciona. 

Afinal, a maioria dos cartões de viagem contam com as bandeiras mais aceitas no mercado: Mastercard e Visa. 

Assim, é possível acessar milhões de estabelecimentos no Brasil e no mundo apenas com o seu cartão de viagem pré-pago.

Organização financeira e planejamento

Como você percebeu até aqui, o cartão de viagem pré-pago possui inúmeras vantagens. Uma delas, sem dúvida, é a possibilidade de organizar e planejar as finanças.

Isso porque, antes de recarregar o seu cartão de viagem, o ideal é determinar um valor para que haja um efetivo controle de gastos. 

Afinal, ele é bem maior do que se você optasse por utilizar o cartão de débito, visto que o valor na sua conta não será todo utilizado.

Dessa forma, você consegue definir um teto de gastos e não fica preso às faturas, como se fosse um cartão de crédito convencional.

Benefícios exclusivos de acordo com o uso

Dependendo do tipo de operadora que irá emitir o cartão de viagem pré-pago, você poderá contar com outros benefícios exclusivos que variam de acordo com o uso.

Exemplo: a cada 100 reais recarregados, você ganha 10% de desconto em determinadas lojas conveniadas ou promoções exclusivas em lojas virtuais etc.

Existem diversos tipos de benefícios. Para conhecê-los, é importante consultar a operadora que irá emitir o cartão de viagem pré-pago.

Inclusive, é fundamental sanar todas as dúvidas antes de solicitar qualquer serviço com qualquer operadora, justamente para saber se atenderá suas necessidades.

Desvantagens do uso de um cartão de viagem pré-pago

No entanto, nem tudo é perfeito! E, sim, existem algumas desvantagens ao utilizar um cartão de viagem pré-pago.

Afinal, as inovações surgiram para nos ajudar a entender melhor as necessidades do mundo moderno. 

Porém, pontos ainda precisam ser revistos para que a qualidade dos serviços oferecidos seja, cada vez mais, aperfeiçoada.

Mesmo com tantos benefícios, trouxemos alguns pontos que devem ser levados em consideração na hora de escolher o cartão de viagem pré-pago.

Confira!

Taxas de inatividade

Os cartões de viagem eram o principal recurso utilizado por quem queria fugir dos pagamentos de IOF (imposto sobre operações financeiras).

No entanto, com o tempo, certas taxas foram atribuídas ao cartão de viagem pré-pago, como a taxa de inatividade.

Assim, quem não utiliza o cartão por um determinado período, deveria pagar uma taxa de inatividade. 

Vale ressaltar que cada operadora do cartão de viagem cobra uma taxa diferenciada e, portanto, ela precisa ser consultada diretamente na operadora.

Restrição em alguns lugares

Dados de uma pesquisa conduzida pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões e Serviços (ABECS) mostraram que a adesão pelo cartão pré-pago cresceu mais de 68% no Brasil.

No entanto, infelizmente, nem todos os locais aceitam o cartão de seguro pré-pago, mesmo ele sendo uma verdadeira potência, como apresentam os dados.

Logo, essa é uma desvantagem na utilização dos cartões de viagem pré-pago. 

Por mais que milhões de estabelecimentos o aceitem, pode acontecer de você viajar para uma determinada região que ainda não aceita essa modalidade de pagamento.

Sem dúvida, você ficará bastante frustrado. Por isso, mesmo que não seja a melhor opção, é importante contar com algum dinheiro em espécie. 

Ou então, você pode realizar uma pesquisa prévia para saber se, de fato, o cartão de viagem pré-pago é aceito na localidade em que você for ficar.

Saques no exterior com valores adicionais

Sim, é possível realizar saques com o cartão de viagem pré-pago. No entanto, algumas taxas podem ser cobradas por conta dessa transação.

Por conta disso, é importante verificar com a operadora emissora do seu cartão de viagem como esses valores são cobrados e quais são.

Assim, você pode, sim, realizar suas atividades e saques sem se preocupar com cobranças indevidas ou que não foram esclarecidas anteriormente.

Como adquirir um cartão de viagem pré-pago?

Agora que você sabe um pouco mais sobre o cartão de viagem pré-pago e já entendeu que, sim, ele é ideal para atender suas necessidades, é momento de saber como adquirir o seu.

Para isso, preparamos alguns passos que precisam ser levados em consideração para que você consiga um cartão de viagem sem ser enrolado, ok?

Confira!

Pesquise opções credenciadas pelo Banco Central do Brasil

Hoje, existem muitas opções de cartão de viagem disponíveis no mercado para a respectiva emissão.

No entanto, nem todas as operadoras são credenciadas pelo Banco Central do Brasil (BCB). 

Logo, esse é o primeiro passo que você deve seguir: consultar aquelas que são, de fato, habilitadas para fazer a emissão de cartão de viagem pré-pago.

Não deixe se enganar pelas promoções, ofertas e outros materiais sedutores. Verifique com antecedência se aquela operadora é credenciada junto ao BCB.

Simule o carregamento com a moeda escolhida

Após escolher uma operadora devidamente credenciada junto ao BCB, antes de fechar negócio e emitir o cartão de viagem, faça uma simulação carregando com a moeda escolhida.

Assim, você conseguirá identificar o comportamento do cartão de viagem de acordo com a moeda estrangeira, para saber se houve alguma alteração no valor, por exemplo.

Realize o pagamento e retire seu cartão

Após realizar o cadastro, confirmar a opção de cartão de viagem que mais atende suas necessidades, simular o valor na moeda escolhida, é hora de realizar o pagamento e retirar o cartão.

Geralmente, esses passos são comuns a todas as operadoras, basta verificar com a operadora da sua preferência.

Assim, você só precisará pagar e, pronto, receberá o cartão no conforto da sua casa ou ele deverá ser retirado pessoalmente (não esqueça de consultar).

Conclusão

No conteúdo de hoje você conseguiu entender um pouco mais sobre o cartão de viagem pré-pago, bem como aprender quais são suas vantagens e desvantagens.

Diante disso, fica mais fácil saber como escolher o seu e não ser passado para trás na hora de eleger uma operadora. Lembre-se sempre de verificar se ela é credenciada no Banco Central do Brasil.

Somente assim, você terá acesso a milhões de estabelecimentos no Brasil e no mundo e, diga-se de passagem, conseguirá fazer uma viagem mais tranquila e segura.

E aí, gostou do nosso conteúdo de hoje? Se sim, não deixe de conhecer as nossas 5 dicas valiosas para saber como contratar seguro viagem

ailos_blog_admin

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

Faça um comentário

Últimos comentários (0)

Ocultar comentários
O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: