• 19 de outubro de 2022
  • 8 minutos

Inclusão financeira: saiba o que é e como fazer corretamente

8 minutos
Inclusão financeira saiba o que é

Para se desenvolver, uma nação depende bastante da sua economia, dos hábitos de seus cidadãos e da acessibilidade. Por isso, falar sobre inclusão financeira é algo indispensável para explorarmos o assunto. 

Afinal, o tema diz respeito a inúmeras questões, como o poder de compra da população, sua qualidade de vida e até mesmo a realização de sonhos. 

Nesse sentido, vamos detalhar seu conceito e como isso se relaciona com os problemas enfrentados pelo Brasil. Quer entender mais? Continue acompanhando o artigo a seguir!

Conheça as soluções financeiras do Ailos para você: vantagens exclusivas e oportunidades personalizadas!

O que é inclusão financeira

Inclusão financeira, nada mais é do que oferecer acessibilidade a produtos e serviços financeiros para a população. 

Isso eleva a igualdade de oportunidades ao acesso a dinheiro físico, bem como serviços de poupança, depósito, transferências, crédito e outros. 

Em tese, a inclusão financeira se baseia em 4 pilares:

  1. oferecer acesso ao dinheiro físico;
  2. promover o contato entre instituições financeiras;
  3. agregar ao dinheiro físico o uso de serviços e produtos bancários;
  4. manter a qualidade e variedade de ofertas.

Promover o alcance ao dinheiro em espécie, está ligado ao alto índice de desbancarizados — pessoas sem conta bancária.

Quando um indivíduo possui uma conta bancária, ele ganha mais segurança e facilidades financeiras. 

Ao investir parte de sua renda, por exemplo, ele tem altas chances de conseguir empréstimos, obtendo mais liberdade para movimentar seu dinheiro. 

Pense no impacto positivo para a economia brasileira, se o dinheiro movimentado por desbancarizados — 800 bilhões em média — fizesse parte do sistema financeiro. 

Por isso é tão importante falarmos sobre acessibilidade a produtos e serviços bancários. Populações afastadas dos grandes centros, encontram dificuldades em utilizar serviços com saques e depósitos, já que nem sempre há um banco ou cooperativa na região.

É nesse contexto que entram os caixas eletrônicos, por exemplo. O Banco24Horas tem investido ativamente nessa inclusão, instalando caixas em cidades pequenas, a fim de garantir que a população local tenha acesso a serviços básicos bancários. 

Com isso, o número de transações realizadas no Banco24Horas aumentou 10% desde 2019. Isso, somado à inovações tecnológicas, possibilitam mais inclusão financeira. 

Pontuação dos Bancos em Inclusão Financeira

Inclusão financeira pontuação nos bancos

Na prática, os estudos sobre inclusão financeira visam avaliar se os principais bancos brasileiros têm políticas, serviços e produtos voltados para a população carente, além de MPMEs (Micro, Pequenas e Médias Empresas)

Além disso, também foram verificadas questões urgentes da sociedade, distribuídas em: 

  • temas transversais: mudanças climáticas, corrupção, igualdade de gênero, direitos humanos, direitos trabalhistas, meio ambiente e impostos;
  • temas setoriais: armas, alimentos, florestas, setor imobiliário e habitação, mineração, óleo e gás e geração de energia;
  • temas operacionais: direitos do consumidor, inclusão financeira, remuneração, transparência e prestação de contas.

Cada informação foi coletada a partir de dados públicos e questionamentos feitos diretamente para as instituições. Em uma escala de 0 a 10, o desempenho médio dos bancos ficou em 3,2%, ou somente 32% responsável. 

Confira a pontuação das principais instituições:

  • BNDES: 88%;
  • Banco do Brasil: 85%;
  • Santander Brasil: 81%;
  • Bradesco: 81%;
  • Caixa Econômica Federal: 77%;
  • Itaú: 73%;
  • Safra: 65%;
  • BTG Pactual: 46%.

Em uma pesquisa mais recente, o BNDES — que não atende diretamente à população, mas foca em desenvolvimento — obteve a melhor pontuação, com 4,3. 

Entre os bancos comerciais, o Santander obteve a colocação de 3,8, seguido do Banco do Brasil e Itaú, com 3,5. Esses resultados nos chamam atenção pela distância de um cenário ideal:

  • dos bancos avaliados, nenhum chega perto de ter 30% de representação feminina em suas diretorias;
  • boa parte das instituições não informaram sobre o número de supervisores e diretores negros que têm;
  • vários bancos preocupados com o meio ambiente fornecem diretrizes específicas para seus setores relacionados, como mineração e petróleo;
  • todos os bancos possuem políticas de sustentabilidade, mas que são voltadas para financiamentos, sem considerar diretrizes sobre os investimentos;
  • os compromissos das instituições nem sempre são traduzidos em metas mensuráveis ou ações efetivas;
  • apenas dois bancos divulgaram suas políticas sobre o financiamento de indústrias de armas;
  • somente um terço dos bancos possuem políticas para lidar com questões de endividamento de seus clientes.
  • apenas um banco exige que seu financiamento seja acompanhado da consideração do bem-estar animal.

Princípios da inclusão financeira

Inclusão financeira princípios

Para que a inclusão financeira obtenha sucesso, ela é desenvolvida a partir de alguns princípios. Conheça quais são eles logo abaixo. 

Liderança

Incentivar o compromisso governamental com a inclusão financeira, a fim de ajudar no combate à pobreza.

Diversidade

Implementar políticas que incentivem a competição e a oferta de uma ampla gama de serviços bancários no mercado. 

Inovação

Fomentar a inovação tecnológica e institucional para expandir o acesso e o uso do sistema financeiro, aprimorando a infraestrutura existente.

Proteção

Proteger o consumidor sob uma ampla perspectiva, considerando as responsabilidades do governo, prestadores de serviços e consumidores. 

Capacitação

Investir no desenvolvimento educacional e capacitação financeira.

Cooperação

Estabelecer um ambiente organizacional com definições claras sobre responsabilidades e coordenação governamentais, além de encorajar parcerias diretas entre o governo, setor privado e outros.

Conhecimento

Melhorar a coleta de informações e o trabalho de dados, a fim de fortalecer a formulação política, mensurar o progresso e desenvolver o aprendizado sobre o tema. 

Proporcionalidade

Exercer políticas e estruturas regulatórias proporcionais aos riscos envolvidos nos serviços. 

Estrutura

Levar em consideração alguns fatores para o sistema regulatório, de acordo com as particularidades de cada nação:

  • adoção de um regime combatente da lavagem de dinheiro, finaciamento de terrorismo, que saiba equilibrar os benefícios da inclusão financeira com os risocs relacionados aos produtos e meios de acesso;
  • criar condições para o uso de agentes como mediadores entre instituições e os consumidores;
  • desenvolvimento de um regime regulatório para o dinheiro eletrônico;
  • criação de incentivos com base no mercado, para incentivar a interoperabilidade e interconexão das movimentações eletrônicas.

Como a bancarização e a inclusão financeira se relacionam?

Inclusão financeira bancarização

Os dois assuntos caminham juntos. Em determinadas ocasiões, a população sem conta bancária é excluída de certas atividades, comuns aos bancarizados. 

Para realizar uma compra parcelada, os estabelecimentos exigem os dados bancários do cliente. Além disso, lojas online nem sempre disponibilizam a compra via boleto. 

Quando oferecem, há todo o processo de imprimir o documento e ir à uma lotérica, o que não é nada prático.

Com isso, é válido afirmarmos que as exclusão acontecem diariamente e nas pequenas ações. Quem está habituado com as facilidades de ter uma conta bancária, não se dá conta dessa realidade.

Sendo assim, a palavra de ordem é oportunidade. Ainda há um longo caminho a ser percorrido com a inclusão financeira. 

Desafios da inclusão financeira no Brasil

A bancarização e a inclusão financeira estão diretamente relacionadas, como te mostramos acima. Ainda falta bastante para melhorar, pois a iniciativa enfrenta algumas dificuldades. 

Falta de educação financeira

Atualmente, conversas sobre finanças e a relação com o dinheiro tem se tornado mais frequentes. 

Entretanto, esse assunto costuma surgir apenas durante a fase adulta. No período escolar, a educação financeira é insuficiente.

É por essa razão que muitas famílias lidam com o endividamento, por exemplo. Por isso, o fomento à capacitação é um dos pilares da inclusão financeira. 

Inacessibilidade ou insegurança aos serviços

Vimos nos tópicos acima que pessoas afastadas dos grandes centros contam com pouca infraestrutura e mínimo ou nenhum acesso a serviços bancários. 

Para contornar essa situação, caixas eletrônicos vêm sendo instalados nessas regiões. Isso incentiva a circulação do dinheiro e o desenvolvimento da microeconomia local.

Por que as cooperativas de crédito podem gerar mais inclusão?

Inclusão financeira cooperativas de crédito

Quando falamos sobre inclusão financeira, bancos, fintechs e cooperativas de crédito possuem o mesmo papel: promover a acessibilidade financeira no Brasil. 

Entretanto, as instituições bancárias ainda operam de forma burocrática e, por isso, se mantém atrás das fintechs e cooperativas nessa iniciativa. 

No caso das cooperativas de crédito, sua maior vantagem começa nos fundamentos que as regem: solidariedade, liberdade, democracia, igualdade e equidade. São princípios guiados pelo desenvolvimento econômico e do bem-estar social. 

Na prática, as cooperativas oferecem facilidade de crédito, rapidez do processo de adesão, taxas de juros altamente competitivas, atendimento personalizado e outras vantagens que incentivam a autonomia financeira, gerando desenvolvimento aos cooperados. 

A partir dos princípios de cidadania e foco na comunidade, é notável o papel das cooperativas de crédito na promoção da inclusão financeira. 

Conheça as soluções financeiras do Ailos para você: vantagens exclusivas e oportunidades personalizadas!

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu sobre a importância da inclusão financeira para o desenvolvimento do país, bem como a qualidade de vida da população. 

O primeiro passo é fazer com que as instituições financeiras atuem de forma colaborativa para oferecer soluções que cooperem com as necessidades da população. 

Nesse sentido, conheça o Ailos: o sistema de cooperativas de crédito que acredita nos seus sonhos financeiros!

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: