• 14 de setembro de 2022
  • 8 minutos

Confira 9 opções de cursos de educação financeira para você fazer

8 minutos
Os melhores cursos de educação financeira

Muitos objetivos e sonhos de vida dependem de um bom equilíbrio entre o que gastamos e recebemos de renda. Por isso, a educação financeira é, muitas vezes, o divisor de águas de quem deseja alcançar uma plena realização pessoal e profissional.

Contudo, é importante não cair em mentiras sobre o assunto. Ter uma educação financeira não significa, necessariamente, aprender a gastar pouco ou se dispor a viver no limite, por exemplo. Nada disso!

Com uma educação financeira, você aprende como o dinheiro coordena as áreas e como usá-lo da melhor forma, para viver com maior qualidade de vida.

A ideia é fazer com que o dinheiro deixe de ser um problema e passe a ser uma parte interagente da sua vida, com a qual você precisa lidar com frequência.

Como você já deve imaginar, esse aprendizado envolve vários assuntos, como a importância do consumo consciente e do hábito de poupar.

No decorrer deste post, vamos indicar 9 temas de cursos de educação financeira que podem ajudar você nessa jornada. Confira!

Conheça as nossas soluções de crédito que cooperam com as pessoas, seus sonhos e negócios!

Quem deve fazer um curso online de finanças

Conheça os melhores cursos educacionais de finanças

Investir em cursos de educação financeira é fundamental para aprender a cuidar bem do seu dinheiro, organizar as finanças e ter um padrão de vida melhor.

Além disso, existem benefícios do ponto de vista profissional, já que essa formação ajuda  na aquisição de conhecimentos para gerir projetos e negócios com mais eficiência. Em suma, todos devem apostar nessa aprendizagem.

Infelizmente, o acesso a esse tipo de conteúdo ainda é bastante escasso no sistema de ensino regular brasileiro. Assuntos como poupar, investir e criar um orçamento pessoal são raramente discutidos.

Nesse sentido, é válido obter essas informações por cursos, não importa a faixa etária. As principais vantagens de criar uma relação equilibrada com as finanças, são:

  • maior qualidade de vida: ao aprender a utilizar o dinheiro, é possível levar uma vida mais tranquila e sem preocupações. Como resultado, há melhorias na saúde mental, emocional e até física, já que o estresse pode desencadear doenças;
  • maior qualidade de consumo: com uma educação financeira, o consumo se torna mais sadio, consciente e inteligente. Assim, as compras supérfluas diminuem e o foco passa a ser a qualidade e boas experiências;
  • melhor valor do dinheiro: todos os rendimentos são obtidos por meio de muito esforço e trabalho. Então, cada centavo adquirido deve ser valorizado. Quando se tem uma boa educação financeira, essa conscientização vem facilmente;
  • possibilidade de realizar sonhos: a educação financeira proporciona às pessoas as ferramentas necessárias para realizar sonhos. Comprar um carro, fazer uma viagem, ou fazer um novo curso. Mesmo que leve tempo, tudo isso é alcançável.

Cursos de educação financeira

Cursos de educação financeira

1. Consumo consciente

O consumo consciente envolve evitar desperdícios e gastos desnecessários em atividades de rotina, como não pagar mais que o necessário no combustível do veículo, evitar desperdício de alimentos e controlar o valor da conta de energia e de água.

São atitudes que, muitas vezes, passam despercebidas, mas que acabam pesando no bolso.

Um curso voltado para o consumo consciente ajuda você a medir o impacto do desperdício no seu orçamento, além de ensinar estratégias para fazer as despesas do mês caberem na sua renda.

Quando você compra lâmpadas, por exemplo, verifica se na embalagem está o selo Procel (Programa de Conservação de Energia Elétrica)? O selo serve para comprovar que o produto gasta menos energia que outros similares.

Além da iluminação, os exemplos de consumo consciente se estendem para diversas outras atividades de rotina.

2. Gestão financeira para poupança

Poupar é algo crucial para alcançar objetivos a longo prazo com o dinheiro.

É claro que você não precisa de um curso para conter pequenos e grandes gastos, mas entendendo a poupança em meio a outras habilidades de gestão financeira, pode ser mais fácil desenvolver estratégias para não gastar mais do que deve.

O hábito de poupar é desenvolvido com mais rapidez quando seu esforço está relacionado a um desafio maior com o dinheiro.

Pode ser um investimento nos estudos, uma viagem ou qualquer outra meta que dependa da poupança. Esse tipo de investimento pode ajudar você a conter pequenos gastos com roupas, delivery etc.

3. Controle do orçamento familiar

Muitos cursos de educação financeira focam especificamente nos desafios para controlar o orçamento familiar.

Por meio de estratégias, você pode ter uma visão global e periódica de como está alocado a sua quantia de dinheiro e, muitas vezes, como algumas despesas estão acima do que é previsto (ou do que é saudável para as finanças da casa).

Um orçamento familiar pode ser simples ou mais complexo, dependendo da quantidade de despesas e responsabilidades financeiras de cada família.

Entretanto, independentemente de qualquer coisa, um plano como esse só tem sucesso quando se cria o hábito de registrar gastos, até mesmo os mais supérfluos, como pequenos lanches.

4. Matemática financeira básica

As melhores opções de cursos de educação financeira

Se você não tem muita familiaridade com matemática, não precisa se preocupar. Existem cursos básicos de introdução à matemática financeira que podem ajudar você a manter um controle das finanças com tranquilidade.

Você também pode procurar cursos de educação financeira que tenham algum módulo sobre esse assunto.

A ideia é que você crie uma certa familiaridade com noções simples da matemática, como juros, e consiga avaliar a viabilidade de projetos e metas.

Mesmo que você já tenha alguma familiaridade com matemática financeira, o curso pode ajudar a aperfeiçoar suas habilidades e tirar dúvidas.

5. Investimentos no mercado financeiro

Você já pensou em investir no mercado financeiro, mas não sabe por onde começar? Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA ainda não soam familiar? Então, chegou a hora de procurar um curso sobre como fazer investimentos sem segredos.

À medida que mais pessoas estão interessadas em investir, cresce o número de instituições bancárias preocupadas em introduzir novos investidores nesse universo. Então, não será difícil encontrar materiais de qualidade para aprender.

Um curso de introdução ao mercado financeiro vai ajudar você a entender quais são os principais investimentos, como descobrir o seu perfil de investidor e fugir de riscos, quando resgatar seu dinheiro e como montar uma carteira diversificada.

6. Criptomoedas

Você já ouviu falar de criptomoedas ou moedas virtuais? O Bitcoin é a mais famosa do mercado, mas essa é apenas a ponta do iceberg de um universo a ser explorado por quem deseja desenvolver uma educação financeira, que não é compartilhada para o público mais geral.

Criptomoedas são, basicamente, moedas totalmente digitais, que servem para as mesmas finalidades das moedas tradicionais.

A diferença é que elas não são emitidas por governos e estão sujeitas a grandes volatilidades. Mas pode ficar tranquilo, porque não tem nada de ilegal nisso tudo.

7. Quitar dívidas

Você também vai encontrar cursos voltados para quem precisa sair da inadimplência, zerar dívidas e começar a juntar dinheiro.

endividamento é um rolo compressor que, às vezes sem perceber, a pessoa já está imersa, gastando aquilo que não tem. Há quem apenas perceba o problema quando ele atinge dimensões assustadoras.

Fazendo um curso sobre endividamento, você pode elaborar estratégias para conseguir, aos poucos, reduzir as dívidas e alcançar um equilíbrio no orçamento ou, caso a sua situação seja melhor, evitar que as dívidas se acumulem no futuro.

8. Gestão de Finanças Pessoais

Mais uma opção em nossa lista de cursos de educação financeira. O endividamento é um dos maiores obstáculos para quem deseja avançar nos projetos pessoais. Dessa forma, é imprescindível aprender a gerir as próprias finanças.

Nesse sentido, com o curso de Gestão de Finanças Pessoais você aprenderá a administrar seu dinheiro de forma consciente. Esse curso aborda a detecção dos hábitos de consumo, organização do orçamento e razões de despesas excessivas.

9. Educação Financeira Empresarial

Oferecido pela SEBRAE, o curso de Educação Financeira Empresarial é voltado para instruir empreendedores iniciantes — microempreendedores, empresários de pequeno porte e artesãos — a gerir seus negócios com mais autonomia e sabedoria.

Nesse curso, os alunos aprendem sobre o sistema financeiro, riscos, produtos, serviços bancários e negociação de dívidas. O conteúdo programático está dividido nos seguintes módulos:

  • Módulo 1 – Avaliação econômico-financeira;
  • Módulo 2 – Riscos e custo do dinheiro;
  • Módulo 3 – Produtos e serviços bancários para endividamento e investimento;
  • Módulo 4 – Negociando com o gerente da instituição financeira.

A carga horária é de 2 horas e o curso é completamente online e gratuito. Ao final da formação, todos os estudantes recebem um certificado de conclusão do curso.

Conheça as nossas soluções de crédito que cooperam com as pessoas, seus sonhos e negócios!

Conclusão

Ir em busca de cursos de educação financeira que abordam algum dos assuntos que trouxemos aqui fará toda a diferença.

Você pode conquistar um certificado de conclusão de curso para colocar no seu currículo e, assim, mostrar para as empresas que você também é um profissional que se preocupa com a gestão financeira, além de ganhar mais autonomia para gerir suas finanças pessoais.

Para te ajudar ainda mais nesse processo, o sistema Ailos oferece soluções de crédito que contribuem para seus sonhos pessoais e objetivos de negócios. Conheça!

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: