• 26 de outubro de 2022
  • 5 minutos

LCI: guia completo com tudo o que você precisa saber

5 minutos

No mercado financeiro há vários tipos de investimentos para os mais variados perfis de investidores. Neste artigo vamos explorar uma dessas modalidades e esclarecer a principais dúvidas que você possa ter sobre LCI.  

A propósito, você já ouviu falar em LCI? Sim? Ainda não? Independente do conceito ser mais ou menos familiar, aqui você irá entender tudo o que precisa sobre essa modalidade de investimento, quais os riscos, qual o potencial de retorno, vai poder avaliar se serve para você e se vale a pena começar a investir neste tipo de aplicação.  

Aproveite a leitura! 

O que e como funciona a LCI 

A sigla LCI significa Letra de Crédito Imobiliário. LCI nada mais é do que uma aplicação financeira de renda fixa emitida pelos bancos. De forma simples, é uma modalidade de investimento em que os valores aplicados são direcionados para financiar empreendimentos e atividades do setor imobiliário. Ao investir em uma LCI, o investidor está oferecendo ao banco um empréstimo em troca de uma rentabilidade que pode ser tanto prefixada como também pós-fixada.  

A LCI é um investimento bastante acessível, disponível atualmente em diversas plataformas de corretoras e bancos. Para começar a investir nessa modalidade é bastante simples. fácil, basta ter uma conta ativa em uma corretora de valores autorizada a negociar na bolsa. Com isso, é possível acessar os produtos e conhecer o mecanismo de correção, como a taxa CDI e o prazo de resgate.  

Quais os prazos e custos para investir na LCI? 

Para investir na LCI existe um prazo de no mínimo noventa dias. Nas LCAs, os prazos são também de 90 dias para as pré e pós-fixadas, e de 12 meses para as letras atualizadas anualmente por um índice de preços. 

Fora o prazo de carência, os investidores também devem considerar um segundo ponto: a possibilidade de resgatar as letras antes do vencimento. Existem LCIs e LCAs com liquidez diária após cumprido o período mínimo de aplicação. Nesses casos, o resgate pode ser feito a qualquer momento a partir dali. Existem também letras que só permitem o resgate na data do vencimento que costuma variar de um a três anos. 

Investir na LCI é arriscado? 

Se você não gosta de arriscar os investimentos, a LCI é a escolha ideal. O investimento na LCI é extremamente seguro e assim como outros títulos de Renda Fixa. As Letras de Crédito Imobiliário possuem um ótimo mecanismo de proteção: o FGC. O Fundo Garantidor de Créditos, como é chamado, é uma instituição sem fins lucrativos que existe para proteger o investidor.  

O FGC, ou  Fundo Garantidor de Créditos garante o valor investido ao seu portador caso o emissor do título quebre e garante investimentos de até R$250 mil por CPF por instituição.  

Qual a rentabilidade da LCI? 

A LCI funciona com uma data de vencimento definida. Considerada um investimento de baixo risco e, portanto, que oferece uma rentabilidade menor do que os investimentos de alto risco. A LCI conta com algumas vantagens como previsibilidade, segurança e baixa volatilidade. 

Para entender melhor como funciona a rentabilidade, é importante entender o conceito das LCI prefixada e pós-fixada.

LCI prefixada  

A LCI prefixada consiste em uma taxa de rentabilidade fixa.

LCI pós-fixada

Já LCI pós-fixada possui taxa de rendimento atrelada a um indexador, como o CDI ou IPCA.

Vale a pena investir em LCI? 

Para você definir se vale a pena para o seu perfil, é necessário levar em consideração seu perfil financeiro e pessoal. Para isso, você precisa conhecer seu perfil de investidor.  

É isso que faz você identificar sua tolerância ao risco e escolher a categoria de investimentos mais aderente ao seu perfil.  

Se seu perfil é aderente aos investimentos de renda fixa, veja algumas das vantagens de começar a investir na LCI: Investimento em Renda Fixa: o que é, vantagens e qual melhor.

Investimento prático

É necessário apenas uma conta em uma instituição financeira para começar a investir. Com isso, é só você começar aplicar o seu dinheiro.  

Capital financeiro previsível 

Ao investir em uma LCI, você já tem as condições de rentabilidade bem definidas, que podem ser tanto o percentual do CDI como também um índice prefixado. Com isso, fica fácil ter uma projeção dos seus rendimentos. Esse é um benefício em relação à renda variável, em que não há certeza sobre os índices de rentabilidade.  

Isenção de Imposto de Renda 

Nessa modalidade não há cobrança de Imposto de Renda. Essa é uma grande vantagem para os investidores desse tipo de aplicação. Você pode fazer seu dinheiro render e ainda ter benefícios fiscais com isso.  

Proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) 

O FGC é uma instituição privada sustentada pelos bancos, que visa garantir o pagamento dos títulos bancários. Ao investir em LCI, se a instituição financeira enfrentar problemas, o FGC é o responsável por garantir o pagamento do seu investimento.

Passo a passo para quem quer começar a investir na LCI

Para investir em LCI com alta rentabilidade escolha uma instituição financeira de confiança, como as cooperativas Ailos. Com a ajuda das nossas equipes especializadas em investimentos, você consegue investir de um jeito rápido e descomplicado.  
 
1. Abra sua conta: depois de escolher uma instituição financeira de confiança, o primeiro passo é abrir a sua conta;  

2. Descubra seu perfil de investidor. Para encontrar o investimento ideal para os seus objetivos, você precisa descobrir qual é o seu perfil de investidor. Aproveite este post no blog [aqui] para conferir os tipos de investidor.  

3.Transfira seu dinheiro. Agora que você já sabe qual o seu perfil investidor, basta transferir o valor que você deseja investir para sua conta e começar a investir em LCI. 

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: