• 23 de novembro de 2022
  • 9 minutos

Planejamento financeiro familiar: importância e como fazer

9 minutos

Para você dar o primeiro passo para a independência financeira, é indispensável que você realize primeiramente um planejamento — tanto para objetivos individuais quanto familiares. 

Se o objetivo for familiar, o planejamento não deve partir somente de você, também deve agregar as decisões e as motivações da família. 

Por isso que existe o planejamento financeiro familiar, que ocorre de grupal, onde é possível alcançar um objetivo mais rapidamente e de maneira mais focada. 

No entanto, todos os membros da família devem se comprometer para realizar um planejamento financeiro familiar completo e com total responsabilidade. 

Esse tipo de planejamento não é só importante para atingir alguma meta, como viagem, aquisição de bens, reforma de imóvel e outros, também é necessário para a organização das finanças de uma moradia. 

Por isso, o planejamento financeiro em uma família se torna muito importante quando todos os membros da família possuem responsabilidades na casa. 

Para você entender melhor como funciona o planejamento financeiro familiar, o Ailos explicará o que é, qual sua importância e como realizá-lo de maneira eficaz. 

Se você quiser dar o primeiro passo do planejamento financeiro familiar, conte com os serviços da Cooperativo Ailos. Temos soluções que auxiliarão a chegar na tão desejada independência financeira. 

Planejamento financeiro familiar: o que é?

O planejamento financeiro familiar nada mais é do que a organização das contas de uma família. No entanto, ele deve acontecer com o foco de todos os membros da casa. 

Com essa estratégia, fica mais fácil para uma família entender quanto dinheiro está entrando e saindo, para onde direcioná-lo e quais cortes serão necessários fazer. 

O planejamento financeiro em uma família é muito importante especialmente, quando envolve filhos, já que a moradia e os pequenos podem ser os gastos principais. 

Isso ajuda o casal entender qual será a função de cada um, para depois, quando a situação apertar, nenhum jogar a culpa para o outro. 

Portanto, além de deixar as finanças organizadas, o planejamento financeiro familiar também ajuda a deixar a harmonia entre o casal e a família. 

Quando começar seu planejamento familiar? 

O planejamento familiar deve acontecer logo quando um casal decide dar início à sua família, até mesmo antes dos filhos nascerem. 

A estratégia deve perdurar até o fim da união, e também quando os filhos crescem e começam a ter responsabilidades financeiras em casa. 

O planejamento financeiro familiar serve para organizar os gastos de uma família por completo. 

Portanto, até mesmo para os gastos mínimos, é necessário realizar um planejamento. Com as finanças em mente, será bem fácil de evitar possíveis imprevistos e dívidas indesejáveis. 

Então, se você quer saber quando é o tempo certo para iniciar um planejamento financeiro familiar, a resposta é simples: agora! 

Não deixe a organização das finanças da sua casa para depois, junte todos os membros da família e faça um planejamento familiar sempre quando necessário — se possível, mensalmente. 

Planejamento financeiro familiar: por que fazer? 

Existem diversos motivos para você iniciar o planejamento financeiro familiar, mas o principal é a organização das finanças da família. 

Com ela, você poderá alcançar a inteligência financeira — algo escasso em diversas famílias brasileiras — e ainda a conta familiar saudável por um longo prazo. 

No entanto, o Ailos separou alguns dos principais motivos para você iniciar o seu planejamento financeiro familiar o mais breve possível. Confira abaixo! 

Desenvolvimento de inteligência financeira 

Em palavras simples, a inteligência financeira é a capacidade de tomar as melhores decisões em relação às finanças pessoais ou familiares. 

Ou seja, é quando uma pessoa ou família consegue organizar o seu financeiro da melhor forma, economizando, investindo e outros recursos. 

Com o planejamento familiar, você e os membros da casa conseguem alcançar a inteligência financeira rapidamente e tomar as melhores decisões para o futuro em conjunto. 

Direcionamento de metas 

Todas as famílias possuem metas a serem realizadas em conjunto, no entanto, nem sempre é possível alcançá-las pela falta de organização financeira. 

Porém, com o planejamento financeiro familiar, é possível realizar o direcionamento de metas em conjunto e efetuar aquela viagem em família tão desejada. 

Esse é o principal objetivo da estratégia: fazer com que as famílias se organizem e consigam realizar suas metas da melhor forma possível. 

Mais controle sobre as economias da família 

O dinheiro é algo que deve ser estritamente controlado, principalmente quando se trata de uma família. 

Por isso, com o planejamento familiar, além de direcionar as metas em conjunto, é possível ter mais controle sobre as economias da casa. 

Desta maneira, você conseguirá saber quando o dinheiro está saindo, o que deve ser cortado e onde o capital deve ser investido. 

Hierarquização de prioridades 

No cenário familiar, é muito importante que aconteça a hierarquização de prioridades para direcionar o dinheiro de maneira precisa. 

E com o planejamento financeiro familiar, isso é possível. Na estratégia, você poderá saber quais são as prioridades da sua família e cortar as que não são importantes. 

Desta maneira, além de promover a organização financeira, ainda será possível economizar dinheiro e direcioná-lo para objetivos mais importantes. 

Uso estratégico do dinheiro 

É muito difícil fazer o uso estratégico do dinheiro, já que a maioria das famílias está acostumada a pagar boletos e cumprir com as responsabilidades. 

No entanto, com o planejamento familiar, os membros da casa adquirem uma inteligência financeira, o que faz com que elas saibam para onde direcionar o dinheiro. 

Por isso, a estratégia faz com que a família consiga ter o uso estratégico do capital, investindo, economizando e direcionando. 

Planejamento financeiro familiar: como fazer? 

Agora que você já possui os motivos para realizar o planejamento financeiro familiar, você deve saber como efetuá-lo de maneira eficaz. 

Isso porque a estratégia não pode ser feita de qualquer forma, é necessário seguir alguns passos para colocá-la em prática. 

Por isso, também trouxemos os passos principais a serem seguidos para alcançar o planejamento financeiro familiar. Confira abaixo! 

Entenda os gastos

A primeira ação que deve ser tomada no planejamento familiar é a análise dos gastos familiares. Deste modo, você terá todas as informações sobre suas finanças em mãos. 

Para isso, analise os gastos fixos e passivos. Os fixos são aqueles que sempre deverão ser pagos, como aluguel, água, luz, alimentação e outros. 

Já os passivos são aqueles que são da família, como passeios, viagens, presentes e outros. Ou seja, eles não deverão ser pagos mensalmente. 

Saiba quais despesas podem ser eliminadas

Após realizar o estudo de gastos da sua família, corte tudo o que pode ser eliminado e que só está diminuindo o seu orçamento. 

Por exemplo, se você possui um plano de TV por assinatura e só assiste serviços de streaming, não faz sentido mantê-lo em seu orçamento. 

Crie metas 

Um dos passos indispensáveis para manter um bom planejamento financeiro familiar é criando metas, independente de qual seja. 

Criando metas, você consegue manter o foco da família para atingi-las e, consequentemente, manter o planejamento familiar firme. 

Pague suas dívidas

Mesmo que você tenha dívidas, ainda é possível ter um planejamento financeiro familiar — nesses casos, ele pode se tornar ainda mais importante. 

No entanto, caso seja possível, pague todas suas dívidas para manter um planejamento limpo e organizado. Caso contrário, faça uma estratégia para pagar seus débitos. 

Crie um plano estratégico 

Após criar suas metas e pagar suas dívidas, o próximo passo é desenvolver um plano estratégico para o seu planejamento familiar. 

Você pode fazer isso em reunião com sua família e colocar no papel as metas de cada um e, com base nisso, criar uma estratégia para todos os objetivos serem alcançados. 

Tenha uma reserva financeira 

O primeiro passo a se dar quando você tem contato com dinheiro, é criar uma reserva financeira. Na maioria das vezes, ela salva famílias em momentos difíceis. 

No entanto, ela também pode servir para alcançar os objetivos da família, como completar o orçamento de uma viagem, pagar uma dívida, adquirir uma nova tecnologia e outros. 

Divida responsabilidades 

Se a família possuir filhos maiores de idade e que já possuem responsabilidades financeiras, é importante delimitar a função de cada um em casa. 

Ou seja, nesses casos, é necessário dividir a responsabilidade financeira de cada e será possível alcançar a independência financeira rapidamente.

No entanto, se a família for composta por filhos menores ou até mesmo não tiver, as responsabilidades deverão ser divididas entre o casal. 

Se eduque financeiramente

Apesar do planejamento financeiro familiar ser uma estratégia onde a família está em processo de aquisição da inteligência financeira, ainda é preciso ter disciplina para integrá-la na rotina. 

Portanto, antes de iniciá-la, comece a seguir os passos básicos da educação financeira, como economizar dinheiro, ter disciplina e cumprir metas. Dessa forma, será muito mais simples adicionar o planejamento financeiro em sua família. 

Invista 

O planejamento financeiro vai muito além do que só organizar as finanças de uma família. Seu objetivo também é fazer com que o patrimônio familiar seja duplicado. 

Para isso, com o planejamento familiar, você pode começar a investir seu dinheiro em áreas que poderão multiplicar o seu capital. 

Para isso, você pode contar com uma ajuda especializada, como a Cooperativa Ailos. Oferecemos todo o apoio necessário para você alcançar sua independência financeira. 

Venha conhecer nossas soluções financeiras e integre-las com seus objetivos e faça o seu patrimônio familiar trabalhar para você! 

Conclusão 

O planejamento financeiro familiar não é somente necessário na organização das finanças fixas e passivas. 

A estratégia vai muito além do que só a organização financeira familiar, ela serve para o cumprimento dos objetivos em conjunto. 

Portanto, o planejamento financeiro familiar é uma estratégia que é vantajosa para toda família, não somente para o(s) membro(s) principal da casa. 

Trata-se de uma estratégia que não é de curto prazo, e sim de longo prazo. Desta forma, ela poderá ser passada de geração para geração e se tornar um costume familiar. 

Assim, ajudando as próximas gerações da família e fazendo com que todos alcancem a independência financeira de maneira prática.

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: