• 8 de novembro de 2022
  • 10 minutos

Análise de crédito: entenda o que é e sua importância

10 minutos

Se você já firmou um acordo de empréstimo com um banco ou financeira, com certeza passou pela análise de crédito. Caso nunca tenha feito e esteja interessado na possibilidade, saiba que ela é uma avaliação indispensável onde a instituição irá definir o valor liberado, taxas de juros e número de parcelas para a quitação. 

Essa forma de conseguir dinheiro é segura, mas pede para ser analisada com cautela por quem a faz e por quem irá emprestar a quantia. 

Nossa equipe desenvolveu este artigo completo com tudo o que você precisa saber sobre o tema, elencando as principais informações, antes de se comprometer às parcelas de um  empréstimo. 

Vem conferir!

O que é análise de crédito?

Quando um cidadão brasileiro vai atrás de uma financeira para conseguir um empréstimo, a instituição precisa ter certeza de que vai receber o valor que irá emprestar, afinal, ela não pode sair no prejuízo. 

É neste sentido que surge a análise de crédito: um processo criado para oferecer segurança às instituições financeiras. 

Essa análise mostra se o interessado no crédito será um bom pagador. Consumidores que possuem dívidas em crediários ou limites de cartões, por exemplo, mostram que não são bons pagadores e que não cumprem com seus compromissos. 

Por isso, é necessário avaliar todas as informações e dados financeiros de um cliente antes de qualquer acordo. 

Qual a importância de fazer a análise de crédito?

A análise de crédito é uma etapa que não pode ser ignorada. A empresa que empresta o dinheiro precisa garantir que receberá mensalmente o valor das parcelas acordadas até a quitação, uma vez que não pode prejudicar a saúde do próprio negócio.

Segundo um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), quatro em cada 10 brasileiros adultos estavam negativados em setembro de 2022. O que soma o equivalente a 64,25 milhões de pessoas. 

Entendeu agora por que é importante fazer essa análise?

Consumidores negativados têm pontuações de crédito baixas, o que aumenta uma  incerteza em negociações financeiras, pois nada garante que arcarão com o compromisso firmado. 

A falta de pagamento da parcela, ou seja, da dívida do empréstimo, fará com que seu CPF fique negativado - o famoso nome sujo - no SPC. Isso dificulta qualquer operação de crédito que você queira fazer futuramente. 

O que é avaliado na análise de crédito para pessoa física

O processo de análise de crédito varia de uma instituição para a outra, mas, em termos gerais, algumas etapas são iguais, como:

Informações pessoais

A primeira etapa é avaliar as informações pessoais do interessado ao crédito. O CPF é o ponto de partida, pois é nele que será possível verificar pendências vinculadas ao nome. 

O estado civil, a renda, a profissão, o nível de escolaridade e o endereço também são pontos que fazem parte das informações pessoais e que serão pedidos para uma análise de crédito mais aprofundada. 

Pendências

Caso haja pendências financeiras atreladas ao nome do consumidor, dificilmente ele conseguirá um empréstimo. E como saber se existem essas pendências?

As instituições recorrem aos órgãos credores, como o Serasa e o Boa Vista Consumidor, para verificar o score (pontuação) de crédito. Inclusive, você mesmo pode fazer essa análise antes de chegar em uma financeira ou banco, basta se cadastrar nos sites das empresas credoras.

Para entender a sua pontuação, ela é analisada da seguinte forma:

De 0 a 1.000 pontos. Quanto mais próximo do 1.000, mais chances de você arcar com suas dívidas, mostrando-se um bom pagador. Quanto mais próximo do 0, mais improbabilidade do pagamento de dívidas.

E a construção dessa pontuação é baseada nos seguintes pontos:

  • se o pagamento das contas é feito no prazo e antes do vencimento;
  • se o consumidor tem histórico de cheques sem fundo ou protestos. Em caso positivo, é feito uma análise dos períodos em que o nome ficou negativado;
  • se os dados de cadastro estão atuais;
  • como é o comportamento financeiro e sua relação com demais empresas.

Conclusão, os consumidores com maiores chances de aprovação de empréstimo são aqueles que possuem um score alto.

Renda

A comprovação e análise de renda serve como informação fundamental para a instituição confirmar se o valor das parcelas cabe ou não no bolso do interessado ao crédito. 

Serão avaliados: renda anual, mensal (salário/emprego) e possíveis pagamentos já aprovados em cartão(es) de crédito. 

Bens de garantia

Caso você venha a não pagar a dívida, o banco ou a financeira podem tomar o seu bem, seja um imóvel ou veículo, como forma de pagamento. Chamamos esse ato de penhora.

Dessa forma, a instituição não sairá no prejuízo em vias de não cumprimento das parcelas. Por isso, ao firmar um crédito, saiba que seus bens serão avaliados. 

O  que é avaliado na análise de crédito para pessoa jurídica

‘’E se eu quiser fazer um crédito em nome da minha empresa, como pessoa jurídica. Os passos são os mesmos? O que será analisado?’’.

É fato: ao solicitar empréstimo pelo CNPJ, as instituições também avaliarão a situação cadastral e o histórico de pagamento da empresa. Porém, diferentemente do crédito em pessoa física, ao invés dos dados pessoais serão solicitados:

Dados da empresa

Dados como razão social, CNPJ, inscrição estadual e municipal, data de abertura da empresa, endereço, telefone e e-mail serão solicitados. Todas essas informações são facilmente encontradas no Certificado da Condição, que é emitido no momento de abertura de uma empresa. 

Score de crédito

Do mesmo modo que é analisada a pontuação de crédito de uma pessoa física, as instituições recorrem aos mesmos órgãos credores para verificar o score de um CNPJ.

A pontuação é igual: quanto mais próximo de 1.000, maiores as chances de se conseguir um empréstimo.

É através do score que avaliamos o comprometimento financeiro e a situação monetária dos sócios.

Receita

Qual a receita mensal e anual da empresa? Através do relatório de faturamento, balancete e do balanço patrimonial é possível verificar as condições financeiras do negócio, inclusive, seu crescimento ao longo dos anos.

Como melhorar seu perfil na análise de crédito?

Apesar de algumas práticas aumentarem a chance de se conseguir um empréstimo, não há nada que garanta, de fato, uma aprovação de crédito. Como assim?

As instituições financeiras analisam o perfil do consumidor ou de uma empresa com base no que falamos acima. Porém, um score alto não significa que a solicitação de crédito vai ser aprovada. Inclusive, as empresas não são obrigadas a esclarecer o motivo da recusa. Sabia? 

Existem dois principais motivos que levam a negação ao crédito:

  • Dívida caduca: dívidas não pagas após cinco anos caducam. O que isso significa? Significa que o nome do devedor é retirado do SPC, mas não que a dívida deixou de existir. Então, apesar de não haver mais o ‘’nome sujo na praça’’, ainda existe a obrigatoriedade do pagamento, seja ele através de acordos financeiros ou integralmente;
  • O consumidor acabou de limpar o nome: as financeiras não confiam em quem acabou de limpar o nome/CPF. Se você já atrasou alguma dívida, significa que pode atrasar essa também. Dica: se for o seu caso, espere um tempo até solicitar o crédito novamente. 

Então existe um histórico de consumidor? Sim, com todas as suas dívidas e pagamentos em lojas, cartões, crediários, empréstimos e outros. Por isso, é sempre importante que você:

Mantenha seus dados atualizados

Quanto mais atuais forem seus dados pessoais ou empresariais, mais rápido será a análise de crédito. Por isso, lembre-se de deixar sempre atualizado, caso um dia precise de um empréstimo de forma rápida. 

Pague suas contas em dia

Não deixe de cumprir com os prazos das suas contas, sejam elas pessoais ou empresariais. A opção de débito automático, por exemplo, é uma boa maneira de garantir que suas dívidas serão pagas no dia estimado. 

Para ajudar no controle das finanças, faça uma planilha com os gastos do mês, dividido entre entrada e saída. Essa é uma ótima forma de se organizar e não deixar nenhuma conta sem pagamento. 

Aprenda agora mesmo como fazer o seu controle financeiro pessoal!

Faça seu Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo nada mais é do que um banco de dados que leva em conta os pagamentos de pessoas físicas e jurídicas. Se o perfil estiver positivo, a possibilidade de conseguir crédito é mais rápida.

Basicamente, fazendo o cadastro, automaticamente bancos e financeiras terão o seu nome na lista e ficará mais fácil de analisar se o seu perfil é de quem cumpre uma dívida ou não. Nada mais é do que um histórico de pagamentos. 

Ah, pagar as contas em dia aumenta seu perfil no Cadastro Positivo! 

Controle seus gastos

Parece óbvio se controlar nas finanças e não gastar mais do que recebe no mês, mas muitos consumidores acabam se enrolando drasticamente entre contas e compras. 

Hoje, é possível utilizar a tecnologia a nosso favor e já existem aplicativos para controle financeiro

Evite muitas solicitações de crédito

Solicite créditos apenas quando necessário, pois quanto mais empréstimos você faz, mais a sua pontuação de score diminui.

A alta quantia de solicitação pode acabar deixando você com a imagem negativa no mercado financeiro e dar a impressão de que está sempre precisando de dinheiro.

Saiba que ter um empréstimo aprovado é sinônimo de uma dívida que você terá mensalmente e que deve ser adicionada nos seus cálculos de contas pessoais. Fica a dica: quanto mais créditos tiver, mais pagamentos terá que fazer. Evite se endividar!  

É possível fazer de forma digital análise de crédito?

Sim, é possível. A tecnologia veio para facilitar muitas rotinas do nosso dia a dia - e questões burocráticas também! 

Hoje, não é mais preciso levar toda a documentação pessoal ou de empresa em mãos para uma financeira realizar a sua análise de crédito. Como falamos mais acima, existem muitos sites onde você faz o cadastro e eles já mostram na hora a sua pontuação como consumidor.

E agora você deve estar se perguntando: ‘’Quanto tempo demora para o crédito ser liberado?’’. Bom, depende. 

Cada banco ou financeira tem um procedimento, logo cada uma acaba tendo seu próprio tempo. Contudo, em média, podemos dizer que esse prazo pode variar entre 1 a 15 dias corridos, valendo tanto para pessoa física como jurídica. 

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu tudo sobre o que é análise de crédito e a importância que tem para uma instituição financeira antes de aprovar um empréstimo. 

Com a análise, é possível verificar a saúde financeira de uma pessoa física ou jurídica, ter acesso ao score, às dívidas em atraso e informações quanto ao seu histórico de consumidor.

A Ailos é uma cooperativa de crédito com taxas de juros baixas e atendimento diferenciado, tendo uma presença ativa em mais de 100 cidades nos três estados do Sul do Brasil. Que tal aproveitar que está por aqui e abrir a sua conta online? Seja já um cooperado!

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: