• 25 de janeiro de 2023
  • 16 minutos

O que é liquidez e qual é a sua importância?

16 minutos

Você sabe o que é liquidez? Ela é a rapidez e facilidade que um investimento se converte em dinheiro. Assim, quanto mais rápida for essa conversão, mais liquidez o investimento tem.

Da mesma maneira, um investimento que é difícil e demora para ser resgatado é considerado de baixa liquidez, como a venda de um imóvel. Pois, é necessário um tempo maior para conseguir efetivá-la.

No mercado financeiro existem vários tipos de investimentos com alta ou baixa liquidez, que devem ser verificados de acordo com o planejamento de cada investidor.

Por exemplo, se ele quer ter uma reserva de emergência, que precisa estar disponível sempre quando precisar, é necessário um investimento de alta liquidez que possa ser resgatado quando desejar.

Entretanto, o mesmo não acontece com o investidor que tem o plano de comprar o próprio imóvel e pode investir em títulos de baixa liquidez, ou que demorarão para serem resgatados.

Mas o que é liquidez? Qual é a sua importância? Quais são os tipos de investimentos? Qual é a relação de liquidez e rentabilidade? Tem como saber qual o melhor investimento?

Para responder todas essas perguntas e para que você entenda melhor sobre o que é liquidez, elaboramos este artigo com as principais informações sobre o assunto.

Acompanhe o nosso artigo!

Boa leitura!

Quer fazer investimentos com mais segurança e alcançar os seus objetivos? Conheça os serviços do Ailos! 

O que é liquidez?

A liquidez é um índice que mostra a capacidade de converter ativos e dinheiro, evitando as perdas, ou a velocidade em que os ativos podem ser convertidos em recursos.

Assim, quanto maior for a capacidade de conversão, maior é a liquidez do investimento. Ou seja, quanto mais fácil e rápido for vender um ativo e receber o dinheiro, mais liquidez ele possui.

Já a liquidez de uma empresa, indica a sua credibilidade no mercado, mostrando a capacidade financeira em honrar as suas obrigações.

O que a liquidez representa no mercado de finanças?

Muitos investidores usam a liquidez para estabelecer o grau de estabilidade e risco do investimento, considerando que ela seja alta, média ou baixa.

Para evitar o risco, muitos investidores diversificam a sua carteira de investimento, para ajudar a ter liquidez a curto, médio e longo prazo.

Vale ressaltar que a liquidez para empresas demonstra a capacidade que a companhia tem em honrar compromissos financeiros, mostrando como está a sua situação financeira.

É importante entender se a empresa que está investindo o seu dinheiro tem um boa saúde financeira e recursos sólidos para crescer. Pois, quando você adquire ações, se torna um sócio dela e quer que o seu dinheiro traga bons resultados.

Quais os diferentes tipos de liquidez?

Você já entendeu o que é liquidez, então explicaremos sobre os diferentes tipos de liquidez que existem.

Confira a seguir:

Liquidez diária

A liquidez diária é quando o investidor pode se desfazer do investimento financeiro a qualquer hora, mas sem que perca o seu valor corrente. Ou seja, é a facilidade de transformar o título em dinheiro.

Assim, o investidor consegue sacar o dinheiro mais facilmente, recebendo os juros em que o dinheiro ficou aplicado.

Ações

A liquidez das ações depende de cada uma e elas também podem ter liquidez diária, serem resgatadas ou vendidas de maneira rápida.

Dessa maneira, algumas ações têm maior liquidez porque há uma demanda maior por elas. Entretanto, também existem ações com liquidez menor e são interessantes para quem quer rendimentos a longo prazo.

São ideais para o investidor que está disposto a correr mais riscos, podendo ter chances de ganhos e perdas.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um investimento de renda fixa em títulos públicos e é ideal para quem começa a investir. Ele é considerado de baixo risco e quase nenhuma perda, podendo ser resgatado quando quiser, com uma liquidez diária.

Normalmente, o Tesouro Direito tem três tipos:

  • Tesouro Selic: o rendimento fica atrelado à Taxa Selic, com liquidez diária e que pode ser resgatado em qualquer momento.
  • Tesouro IPCA: tem a rentabilidade que varia com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação. Ele é um híbrido de prefixado com pós-fixado.
  • Tesouro Prefixado: tem rentabilidade anual fixada na hora que está investindo, rendendo exatamente o que foi acordado no momento da compra.

Fundo de Investimentos

O Fundo de Investimento atende os mais diversos perfis e são aplicações versáteis. Assim, existem fundos que possuem carteiras mais diversificadas e outros que possuem carteiras mais concentradas, podendo demorar de um a dois dias úteis para processar as ordens de aplicação.

Além disso, eles podem ser de renda fixa que costumam ter mais liquidez, concentrando os seus ativos em títulos públicos. Também podem ser de multimercado que leva mais tempo para serem resgatados.

Além dos mencionados anteriormente também existem os Fundos de Ações, Fundos Cambiais, Fundos de Previdência, entre outros.

CDBs

O CDB é um ativo que empresta o seu dinheiro para uma instituição financeira em troca de um rendimento.

Ele tem liquidez diária e é um título de renda fixa, o que faz com que o resgate possa ser feito diariamente e sem perder a rentabilidade.

Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários ou Fundos de Investimentos Imobiliários (FII) têm liquidez maior que um imóvel e podem vender as cotas a qualquer momento.

O seu objetivo é reunir recursos para que sejam aplicados em conjunto no mercado imobiliário. Assim, o dinheiro é usado na construção, manutenção, administração dos atuais imóveis e na aquisição de imóveis que, posteriormente, são locados ou arrendados.

Os Fundos Imobiliários são isentos de Imposto de Renda e oferecem uma remuneração mensal. Além disso, tem a rentabilidade por distribuição de rendimento do mês entre os cotistas e a valorização de cotas.

Liquidez imediata

A Liquidez imediata é a capacidade de uma empresa cumprir com as suas obrigações e realizar os pagamentos imediatamente. Assim, ela apura a saúde financeira de uma empresa no curto prazo.

Além disso, a liquidez imediata considera somente os valores com rapidez e facilidade de honrar as obrigações da empresa.

Agora que você entendeu o que é liquidez, quer saber mais sobre Fundos de Investimento? Leia o artigo completo em nosso blog: Fundos de Investimento: o que são e como começar a investir? Descubra!

Como a liquidez funciona?

Não adianta saber o que é liquidez e não entender o seu funcionamento. Por isso, explicaremos como a liquidez funciona.

Os investimentos possuem regras que permitem o saque a qualquer momento. Por isso, é importante verificar a baixa e alta liquidez para escolher a melhor opção.

Considere para isso alguns pontos:

Carência

A carência é o período que o saque não é permitido. Ou seja, o período que o dinheiro do investidor precisa ficar com a empresa emissora sem que ele possa fazer resgates.

Pois, dentro do prazo de carência, não há liquidez. Mas, após essa data, o dinheiro pode ser resgatado quando o investidor desejar.

Prazo de resgate

O prazo de resgate é o período entre o pedido de resgate e o recebimento do dinheiro.

Ele é o tempo em que ocorre a conversão dos ativos em dinheiro e o acesso dos recursos na conta após as solicitações de resgate.

Vencimento

O vencimento é o tempo que o ativo precisa ficar aplicado para ter o rendimento que foi acordado na compra. Assim, só é possível resgatar o dinheiro no final do prazo estabelecido.

Além disso, os investimentos com liquidez no vencimento oferecem prazos a curto, médio e longo prazo, o que pode ser uma ótima opção para os investidores que já têm reserva de emergência.

Investimentos de baixa liquidez

O investimento de baixa liquidez é aquele em que o investidor não conseguiu tirar o dinheiro antes do prazo, ou seja, do vencimento do que foi acordado na compra do título.

Além disso, esse tipo de investimento ainda pode ser complicado de ser resgatado e gerar prejuízos para o investidor.

Investimentos de alta liquidez

O investimento de alta liquidez é aquele que permite o resgate a qualquer momento que o investidor quiser.

Ele é fácil e rápido de resgatar e não causa prejuízo para o investidor, respeitando as regras de liquidez do fundo. Normalmente, os investimentos de renda fixa têm alta liquidez.

Alguns exemplos de investimento de alta liquidez são os Fundos de Investimentos, o Tesouro Selic, as Contas Digitais que rendem e o CDB. 

Confira mais sobre eles a seguir:

  • Tesouro Selic: é um título de liquidez diária e considerado o mais seguro do mercado, pois o investidor empresta o seu dinheiro para o governo e tem a garantia dele. 

Ele é bem acessível e você não precisa começar a investir com muito dinheiro. A solicitação de resgate pode ser feita a qualquer momento, mas o dinheiro cai na conta respeitando as regras de resgate.

  • CDB: o investidor empresta o seu dinheiro para uma instituição financeira e não para o governo. Além da liquidez diária, ele tem diversos níveis de liquidez.
  • Contas digitais que rendem: tem retorno com a porcentagem do CDI e pode ser feito o resgate quando quiser.
  • Fundo de investimento: é utilizado quando o investidor quer fazer um investimento em um setor específico. Existem vários tipos de fundos e a liquidez varia bastante.

Como a liquidez atua nos principais investimentos?

Agora que você já sabe o que é liquidez e como ela funciona, entenda como a liquidez atua nos principais investimentos.

O mercado financeiro desenvolveu uma regra geral para verificar quanto tempo um investimento leva para ser resgatado.

Assim, o prazo de resgate de um investimento são determinados por:

  • d+0: qualquer ordem de resgate ou de aplicação de um investimento será processada no mesmo dia;
  • d+1: a ordem de resgate ou aplicação levará um dia útil para ser processada;
  • d+2: a ordem de resgate ou aplicação levará dois dias úteis para ser processada.

Dessa maneira, cada tipo de investimento tem essas especificações e aparecem junto com o seu detalhamento.

Normalmente, o ativo aparece com a letra D e um número, dependendo do nível de liquidez de um investimento. Por exemplo, um ativo D+1 que tem o prazo de resgate de apenas 1 dia. Ou seja, D é o dia do pedido de resgate e o número é a quantidade de dias necessária para que o dinheiro seja resgatado.

Vale ressaltar que os investimentos que oferecem maior liquidez também possuem menores rentabilidades, no qual o investidor precisa deixar o dinheiro aplicado por 2 ou 5 anos.

Confira mais sobre a liquidez nos principais investimentos:

Poupança

A poupança é o tipo mais comum de investimento entre os brasileiros, devido à sua liquidez diária e o resgate instantâneo do dinheiro na conta. Ela também é uma aplicação muito acessível, já que qualquer pessoa pode abrir uma e começar a guardar dinheiro.

Além disso, os recursos disponíveis na caderneta de poupança podem ser resgatados a qualquer momento. Entretanto, só há rendimento quando os valores completarem 30 dias.

CDBs

O investimento em CDB (Certificado de Depósito Bancário) proporciona escolher entre os títulos com liquidez diária ou o resgate apenas no prazo de vencimento.

A sua rentabilidade é mais atrativa quando o dinheiro fica aplicado pelo período contratado, além de o Imposto Sobre Operações Financeira (IOF) ser cobrado nos resgates antes de 30 dias.

Entretanto, é preciso levar em consideração a alíquota do Imposto de Renda que começa em 22,5% para aplicações inferiores a 180 dias e cai para 15% se o prazo superar os 720 dias.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto tem características de baixo risco e rentabilidade superior à poupança. Por isso, está conquistando cada dia mais pessoas.

Ele também tem liquidez diária para todos os seus títulos disponíveis, mas é preciso prestar atenção em cada um deles porque os seus preços mudam todos os dias.

LCI

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) é um investimento de renda fixa que tem o objetivo de captar recursos financeiros destinados a empréstimos para o setor imobiliário.

Ela tem isenção de Imposto de Renda (IR), não possui liquidez diária e tem rentabilidade maior que a poupança.

Vale ressaltar que o valor investido não pode ser resgatado antes ou após o vencimento que foi estabelecido anteriormente.

LCA

A Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), assim como a LCI, também tem isenção de Imposto de Renda e é um investimento de renda fixa. Entretanto, tem o objetivo de financiar o crédito para o setor agropecuário do Brasil.

Ela é um tipo de empréstimo feito para cooperativas ou produtores agrícolas, para que possam ser financiados os seguintes serviços:

  • comercialização ou industrialização de produtos e insumos;
  • financiamentos para a produção;
  • compra de ferramentas e equipamentos utilizados para a produção.

Quais os principais indicadores da liquidez?

Os principais indicadores da liquidez ajudam a compreender a situação da empresa de maneira mais clara e também facilitam o entendimento para saber o que é liquidez.

Existem 4 tipos de indicadores que se complementam, mesmo que cada um deles contribua com uma informação diferente.

Explicaremos sobre cada um deles a seguir:

Liquidez Seca

A liquidez seca analisa a situação da empresa a curto prazo e calcula a capacidade de pagamento do passivo circulante se o estoque não for vendido. Além disso, ela não leva em consideração os estoques no cálculo do ativo circulante.

Isso porque os estoques precisam ser vendidos para que possam ser convertidos em dinheiro, por isso, a liquidez seca considera apenas os recursos monetários.

Vale ressaltar que uma empresa com um estoque muito alto pode ter dificuldades de transformá-lo em dinheiro.

Confira a fórmula utilizada para fazer o cálculo da liquidez seca:

Liquidez seca  = (Ativo circulante - estoque)/ Passivo circulante

Liquidez Geral

A liquidez geral analisa as informações para médio e longo prazo, levando em consideração o ativo realizável a longo prazo e o passivo exigível a longo prazo.

Ou seja, para isso, são levados em consideração os ativos circulantes e não circulantes em comparação aos passivos circulantes e não circulantes.

É importante destacar que como a liquidez geral fala sobre compromissos mais distantes, ela pode ser utilizada para verificar se a empresa está ganhando ou perdendo liquidez.

Utiliza-se a seguinte fórmula:

Liquidez geral = (Ativo circulante + Ativo não circulante)/ (Passivo circulante + Passivo não circulante)

Liquidez Corrente

A liquidez corrente ou comum é um indicador que mostra como está o fluxo de caixa e aponta a capacidade da empresa em cumprir as suas obrigações em curto prazo.

Ou seja, avalia se a empresa terá dinheiro suficiente para pagar as dívidas de curto prazo, como impostos e empréstimos.

Para o cálculo, é levado em consideração o ativo e o passivo circulante da empresa, utilizando a seguinte fórmula:

Liquidez corrente = Ativo circulante/ Passivo circulante

Liquidez Imediata

A liquidez imediata mostra a capacidade da empresa em lidar com emergências financeiras, fazendo a análise em um curtíssimo prazo.

Assim, no seu cálculo é levado em conta apenas o ativo que está à disposição da empresa, como o dinheiro em caixa, saldos bancários, contas correntes, entre outros.

Com isso, exclui-se o estoque e os valores a receber, utilizando a seguinte fórmula:

Liquidez imediata = Valores disponíveis/ Passivo circulante

Liquidez e rentabilidade

Você já sabe que a liquidez é a capacidade de converter uma aplicação em dinheiro, assim como sabe o que é liquidez. Já a rentabilidade, é o valor que o investidor ganhará ao realizar certo investimento.

A liquidez afeta diretamente a rentabilidade de um ativo, pois o nível de liquidez pode ser um risco para a aplicação. Ambas fazem parte do mercado financeiro para os investimentos.

Por isso, é importante escolher o investimento de acordo com o prazo que você deseja aplicar, sabendo que ser de baixa liquidez pode gerar prejuízo ao ser resgatado antes do prazo.

Entretanto, investimentos que oferecem melhor rentabilidade normalmente têm menor liquidez. Com isso, dependendo dos seus objetivos, você pode definir o que deseja priorizar ao investir: rentabilidade ou liquidez.

Qual é o melhor investimento?

Não há uma resposta correta para essa pergunta, pois a sua explicação não é tão simples como a resposta para o que é liquidez. 

Afinal, para responder a ela, é preciso analisar o perfil de investidor, saber os seus objetivos e se são de curto, médio ou longo prazo.

Por exemplo, se o investidor quiser uma reserva de emergência para imprevistos, ela deve ser feita por meio de investimentos com alta liquidez, como o Tesouro Selic.

Já se o objetivo de uma aposentadoria, ele pode verificar outros tipos de investimentos que tenham mais rentabilidade e um resgate a médio e longo prazo do dinheiro.

Entretanto, para auxiliar, é fundamental que o investidor tenha uma carteira de investimento diversificada. Pois, ela ajudará a proteger o seu patrimônio e potencializar os seus ganhos.

Portanto, faça uso dos indicadores de liquidez para avaliar o grau de segurança de um investimento em determinada empresa e saiba como está a saúde financeira dela antes de começar a investir.

Que tal conhecer o Ailos? Oferecemos todo o apoio necessário para você fazer o seu dinheiro ter rentabilidade! Conheça o sistema de Cooperativas Ailos! 

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu o que é liquidez e qual a sua importância. Também conheceu alguns tipos de investimentos e a liquidez de cada um.

Além disso, entendeu como deve ser o processo para escolher o melhor investimento, dependendo da sua liquidez e rentabilidade, mas levando em consideração o seu planejamento financeiro e os objetivos a curto e longo prazo.

Agora que você sabe tudo isso, inclusive o que é liquidez, chegou a hora de investir na realização dos seus sonhos investindo de maneira segura e prática com o Ailos.

Com ele, você tem as melhores modalidades de crédito para o seu negócio, pois somos 13 cooperativas de crédito com foco em ajudar as empresas a conseguirem os melhores resultados.

Não perca mais nenhum minuto e conheça o Ailos, a cooperativa de crédito que te ajuda a realizar seus sonhos financeiros!

Confira outros artigos já disponíveis em nosso blog sobre o que é liquidez e outros temas que podem ser do seu interesse:

ailos_blog_admin

Receba nossa newsletter

Inscreva-se

Faça um comentário

Últimos comentários (0)

Ocultar comentários
O Internet Explorer está sendo descontinuado.
Por favor, use outro navegador para acessar o blog. Veja alguns navegadores que você pode utilizar: